A Fazenda 9

Mauricio Stycer

Em dia de votação, peões ensinam regra do programa a Justus

Reprodução/Record
Peões participam da votação da primeira roça de "A Fazenda 9" Imagem: Reprodução/Record
Maurício Stycer

Maurício Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

20/09/2017 05h01

No primeiro dia da “Fazenda”, os 16 participantes se dividiram em dois grupos, Ferro e Fogo, cada um com oito membros. Roberto Justus informou, na ocasião, que o grupo que chegar ao fim de uma primeira etapa do reality com mais integrantes terá uma vantagem. Só não disse qual.

Foi a senha para muitos entenderem que deveriam agir em grupo nas votações semanais que formam a roça e terminam com uma eliminação. Nesta primeira semana, um dos grupos decidiu que os seus integrantes votariam em Ana Paula Minerato – e foi o que fizeram na noite desta terça-feira (19). A peoa acabou recebendo 10 votos.
 
Tudo corria como programado ao longo da votação até que Justus começou a questionar os peões. Por que estavam votando todos em Minerato? Não são obrigados, disse o apresentador. Foi, então, que Nahim lembrou Justus: “A culpa é sua”. E foi, então,lembrado que haverá uma vantagem ao grupo que avançar com maior número de integrantes.
 
Na verdade, quem cria as regras é o diretor do programa, Rodrigo Carelli, que pelo visto se arrependeu e instruiu Justus a questionar por que os peões estavam votando em grupo. 
 
A situação, talvez, tenha tirado um pouco da concentração do apresentador que, ao final da votação se esqueceu de pedir a Mateus que abrisse o último envelope da noite. Foi lembrado pelos peões. Ainda esboçou uma reação: “É em outro momento”. Mas não havia outro momento – a votação havia chegado ao fim.
 
Novos problemas técnicos voltaram a afligir “A Fazenda”. Ao vivo, no momento da prova do fazendeiro, Justus anunciou um vídeo de demonstração, mas nada aconteceu e ele próprio teve que explicar como seria a disputa. 
 
Não faltou também um acidente com a língua. Em meio à tensão da votação, Flavia Viana esqueceu que o feminino de peão é peoa e criou a palavra “peã”. O mais curioso é que ninguém se espantou com a invenção.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Topo