Topo

Yuri reclama de trato com lhama: "Não dá nem pra chegar perto"

Reprodução/R7
Marcos e Yuri cuidam da lhama da casa Imagem: Reprodução/R7

Do UOL, em São Paulo

22/10/2017 08h45

Acostumados com o comportamento tranquilo dos porcos, cabras, ovelhas e demais animais da sede, os peões estranharam a chegada da lhama, que não pode ser tratada da mesma maneira que os demais animais. Os tratadores da casa avisaram os confinados que a lhama pode cuspir e ter um comportamento errático, e Yuri e Marcos reclamaram da imprevisibilidade do animal.

"É muito esquisito esse bicho. Olha os dentinhos dele. Acho que é isso que deixa ele meio ameaçador. Mas nem tem muito o que fazer aqui, só limpar mesmo, porque não dá nem pra chegar perto", reclamou Yuri, que resolveu ir além e tentou acariciar o animal. A lhama ficou tranquila e aceitou os carinhos de Yuri, e Marcos deu risada da hesitação do lutador em ficar perto do animal.

"Mas ela é tranquilinha. Só na dela", completou o médico.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!