Topo

Matheus fala sobre traumas e relembra "pão-durismo" e racismo do avô

Reprodução/R7
Matheus conta histórias de família para os peões Imagem: Reprodução/R7

Do UOL, em São Paulo

14/11/2017 11h03

Em conversa com Yuri, Monick e Rita Cadillac, Matheus relembrou o avô recém-falecido e comentou que ele era conhecido por ser "pão-duro" durante toda a vida.

"Meu avô teve um câncer que foi pro corpo inteiro depois, e ele sempre teve muito dinheiro mas não queria gastar um real. Ele podia comprar tudo que queria na vida, e a minha mãe só tem memória de não ter dinheiro pra nada e nunca conseguir nem um presente quando criança. Daí meu avô morreu e o que ficou dele? O sítio, que é da minha mãe, mas o dinheiro dele ninguém sabe se tá enterrado em algum lugar. E ele não conseguiu aproveitar nada, tenho trauma disso", desabafou Matheus, que lembrou do apelido que o avô tinha em seu bairro.

"Todo mundo me chamava de neto do Antônio miséria, acreditam? Era horrível ouvir isso o tempo todo. E tem mais também, meu avô não aceitava a cor do meu pai, chamava ele de preto, falava que minha mãe não poderia nunca ficar com ele. E olha que meu pai é mais branco que eu. Ele e minha mãe lutaram muito pro meu pai aceitar".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!