Topo

Matheus fala sobre trabalhar em alto mar: "Falta mulher, é uma loucura”

Reprodução/R7
Matheus Lisboa fala das dificuldades de trabalhar em alto mar Imagem: Reprodução/R7

Do UOL, em São Paulo

20/11/2017 20h34

Enquanto aguardam pela formação da roça na noite deste segunda-feira (20), os peões voltaram a falar sobre acontecimentos fora do reality show. Matheus Lisboa relembrou o trabalho embarcado em uma plataforma de petróleo em alto mar: "Terrível, nunca mais volto para este tipo de trabalho".

“Primeiro coisa que acontece é chegar no aeroporto e pegam seu celular, colocam num plástico com lacre único, você não pode usar de maneira nenhuma lá. É motivo de demissão e perder carteira de embarque por dois anos”, disse o peão.

Marcos ficou espantado e perguntou: "E mulher e birita?". Matheus respondeu: “Não tem álcool, só cerveja sem álcool. Não é mesma coisa, nem dá vontade. Mulher também muito pouca. Lembro de camareira, psicóloga e médica. Numa plataforma com 400 homens, tem umas cinco mulheres só. Falta mulher, é uma loucura. Quando passa a galera fica maluca”.

“A gente tinha de pegar duas horas de helicóptero até lá. É um dos meus traumas com voar até hoje. Tinha muita ferrugem, se eu encostasse em algo pegava tétano, eu morria de medo. Eu tinha que dormir do lado de uma turbina, não tem como dormir”, continuou o youtuber.

“Quem trabalha com petróleo tem que ganhar muito dinheiro, afinal passa por muita privação. Minha irmã queria que eu fosse padrinho de casamento, mas eu não podia garantir. Não tinha como garantir que ia ter vida aqui em fora mesmo”, finalizou o ex-BBB. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!