Topo

"O Conrado achava que eu era autista", revela Marcos Harter

Reprodução/R7
Marcos chora ao ler carta de mãe durante visita de Gugu Liberato Imagem: Reprodução/R7

Do UOL, em São Paulo

07/12/2017 00h31

Em conversa com Gugu Liberato no programa ao vivo desta quarta (6), Marcos Harter afirmou que sempre se sentiu deslocado em meio ao elenco de "A Fazenda: Nova Chance". Além de uma carta desejando boa sorte ao filho e elogiando sua participação no reality, a mãe de Marcos mandou para o médico um boneco do protagonista de "ET - O Extraterrestre, de Steven Spielberg. 

"Minha mãe me deu esse quando eu era criança. E esses tempos eu pensei que sempre me senti um ET aqui dentro. Eu lembro que até teve um dia em que o Conrado me disse que achava que eu era autista, porque eu fico lá no meu canto, passo tempo na oficina. Aquela oficina virou a minha casa", explicou Marcos, emocionado ao lembrar da mãe.

Questionado por Gugu se estava se sentindo em seu limite emocional, o médico afirmou que ainda conseguiria aguentar o confinamento por mais um tempo. "Não acredito que eu esteja no limite. Eu aprendi durante a minha vida de médico que quando você acha que está quase morrendo, ainda tem 30% de energia sobrando. Mas de fato eu percebi que cometi alguns erros novamente, os mesmos do reality anterior, que é ficar chateado com situações nas quais eu deveria ficar tranquilo. Tenho que lembrar que não vou mudar o mundo, não vou mudar as pessoas", declarou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!