Topo

Mr Edição esconde o duro ataque de Ana Paula à produção do programa

Reprodução/TV Globo
Em meio ao desabafo contra a direção do programa na noite de quarta, Ana Paula chorou Imagem: Reprodução/TV Globo

Mauricio Stycer

Colunista do UOL

04/03/2016 00h14

Quem acompanha o “BBB16” pela canal pago 24 horas assistiu, na noite de quarta-feira (02), a um momento muito incomum na história do reality show. Ana Paula decidiu ir embora por causa da direção do programa. 

Por quase uma hora, os espectadores acompanharam a cena. A falta de bebida na festa foi a gota d ´água para o seu desabafo. Ana Paula deu a entender que estava se sacrificando em termos pessoais sem receber o que merecia em troca. 
 
Falou de problemas de saúde (herpes), sem atendimento médico, de queda de cabelo e outras pequenas agruras. Disse que não se importava se fosse apresentada como “louca” pela edição, mas que contaria tudo ao deixar o programa. 
 
Diante da sugestão de que deveria ouvir a psicóloga do “BBB”, reclamou que a profissional faz “juízos de valor” sobre as pessoas e a ofendeu: “Eu detesto aquela velha”. 
 
Diante da porta do confessionário, que não foi aberta, ela gritou: "Alguém da produção está me escutando? Cheguei ao meu limite. Não estou bêbada, não aguento ficar aqui. Eu estou a fim de ir embora".
 
Em meio ao desabafo, disse a Ronan, Munik, Ana Claudia e Matheus: “Descobri que além de jogar com vocês, tenho que jogar com a produção. A produção vir brincar comigo, com eu assim toda bichada. Eles fazem gracinha, mas tem pessoas que aguentam e outras não. Nesse momento o meu sistema imunológico não aguenta mais".
 
Na manhã desta quinta-feira (03), depois de uma conversa no confessionário (com quem?), Ana Paula desistiu de ir embora. Por quê? O que ouviu? O que a convenceu a permanecer?
 
Ficaram no ar várias insinuações – e praticamente nada disso foi mostrado na noite de quinta, no programa da Globo. Mr. Edição minimizou drasticamente o ataque da candidata. Com ironia, Pedro Bial disse: "Ana Paula foi com muita sede à festa e acabou dando defeito. Disse que ia desistir."
 
Ao não mostrar as críticas da candidata, o programa se coloca em posição de inferioridade, como se tivesse medo ou culpa de alguma coisa. 
 
Depois de voltar de quatro paredões, ela claramente é a protagonista da edição. Ainda faltam 34 dias de programa e, evidentemente, seria ruim se Ana Paula desistisse neste momento. A situação toda dá a entender que o “BBB” se curvou diante de um candidato. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!