Topo

Quase bom, "BBB16" foi aquele que podia ter sido e não foi

Final do "BBB16" consagrou Ana Paula como protagonista

UOL Entretenimento

Mauricio Stycer

Colunista do UOL

06/04/2016 05h01

A certa altura, ali pela terceira semana, houve quem tenha se arriscado a prever que o “BBB16” entraria para a lista das grandes edições da história. Participantes com perfis diferentes, bom potencial de barracos e conflitos originais sugeriam que o reality iria conseguir, mais uma vez, renovar o seu estoque de atrações.

Não bastasse isso tudo, em pouco tempo o programa revelou Ana Paula, uma participante em tudo especial para um reality show. Carismática, desbocada, “louca” e, de certa forma, “suicida”, ela colocou fogo na casa. Tornou-se a protagonista em torno qual o reality show passou a girar.
 
AgNews
Ana Paula virou a principal atração da final do "BBB16" e até Wesley Safadão que fazer uma selfie com ela Imagem: AgNews
Deu-se, então, o inesperado – a expulsão da jornalista mineira, depois de dar dois tapas na cara de Renan. Ana Paula deixou o “BBB” para entrar na Globo. Enquanto a audiência do reality despencava, ela se tornava repórter do “Vídeo Show”. Na final, foi a principal atração -- até o ídolo do momento, Wesley Safadão, quis fazer foto com ela.
 
Ana Paula deixou como legado no programa um fã-clube apaixonado, que continuou votando em defesa dos seus aliados e preferidos -- Munik, Ronan e Geralda. Os últimos 30 dias do “BBB16” foram de jogo jogado, ou seja, totalmente previsíveis e sem graça. 
 
A sagacidade e a resistência de Maria Claudia nas últimas duas provas alteraram um pequeno detalhe deste roteiro – a primeira vitória levou à eliminação de Geralda e a segunda teve por consequência a saída de Ronan. Chegou à final no papel já sabido de vice-campeã.
 
Foi, enfim, a edição "do quase". A frase de Bial, dita no último dia, foi uma referência à falta de romance na casa. Na minha opinião, esse “quase” vale para o “BBB16” como um todo. Foi quase bom. Ou, para citar Manuel Bandeira (desculpe por essa), “foi aquele que podia ter sido e não foi”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!