Topo

Estudante de Filosofia, Ronan, do "BBB16", já pediu dinheiro na rua

Do UOL, em São Paulo

13/01/2016 18h26

Ronan Veiga, participante do "BBB16", tem uma história de vida difícil. Aos quatro anos, ficou órfão de pai e mãe. Depois, morou com os tios, porém fugiu de casa porque eles não tinham condições de criá-lo. Passou a infância pedindo comida e dinheiro nas ruas e foi adotado por uma família de Minas Gerais.

O brother concluiu o Ensino Médio no sacrifício e já trabalhou como carteiro, serralheiro e auxiliar de farmácia. Conseguiu uma bolsa de estudos para estudar Filosofia em uma faculdade de Curitiba (PR). Hoje, aos 27 anos, tenta faturar o prêmio milionário para mudar de vida.

"Pagar todas as minhas dívidas, ficar um homem zero, estudar um pouco, viajar, conhecer alguns lugares do mundo e investir uma grana em imóveis, que eu acho que me daria fôlego. Não deixar de trabalhar, mas para eu poder ter mais tempo para me aprimorar cada vez mais", deseja Ronan, em entrevista ao site do programa da Globo.

Primeira vez "constrangedora"

Apesar das dificuldades, Ronan se considera brincalhão e diz que não dispensará o edredom na casa: "Estou aberto. Se rolar, se acontecer, eu jamais fugiria".

Sobre sexo, Ronan lembra que sua primeira vez foi "constrangedora". "Foi com 18 anos. Eu trabalhava como auxiliar de serralheiro. A galera desconfiou que eu era virgem e ‘me deu’ uma loira de presente. Eles disseram para ela que eu era virgem e ela disse que adorava virgens. Mas foi muito constrangedor", recorda.

O "brother" admite que se apaixona fácil e não descarta um romance no reality show: "Eu sempre estou aberto para me apaixonar. Eu me apaixono e desapaixono todos os dias, mas eu quero muito o prêmio, que vai me ajudar muito".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!