Topo

Reality shows

"Amanhã vou estar acabado", reclama Tamiel sobre o castigo do monstro

do UOL, em São Paulo

07/02/2016 02h42

Depois de ter o sono interrompido pelo menos três vezes no início da madrugada deste domingo (7), por conta do castigo do monstro, Tamiel volta para o quarto roxo para tentar descansar. Ronan, que entra logo depois, começa a conversar com o professor de ecologia. "Amanhã vou estar só o pó, acabado mesmo", reclama Tamiel. "Mas tudo é compensado. Não gosto de ficar falando isso, mas o universo compensa essas coisas", responde Ronan.

Pensando em todas as possíveis vezes que ainda terá que levantar para ir cumprir o castigo, Tamiel insiste em reclamar: "to pensando em mim, no Dani e na Pequizinha, mas quem ta mais ferrado dos três sou eu, porque ficar aguentando o peso desse surdo não é mole e meu cabelo atrapalha".

Na intenção de consolá-lo, Ronan comenta com o brother que ele terá um tempo livre enquanto a produção estiver preparando a casa para a prova da comida e que depois eles também não serão chamados porque a equipe precisa retirar a estrutura da prova. "Isso é um consolo!", comenta o professor de ecologia. 

Depois do desabafo do goiano, o estudante de filosofia lembra que nas edições anteriores o monstro sempre tinha uma vantagem. "Eu lembro que o monstro sempre tinha uma vantagem. Não sei onde eu li isso, mas me lembro. Era tão bom que começaram a fazer esquema porque todo mundo queria ser monstro". "Mas todo mundo é honesto, ninguém mais ia fazer isso não", responde Tamiel se referindo aos participantes do "BBB16".

Escolhido pelo anjo Matheus

Matheus venceu a prova do anjo no sábado (6). O brother teve que indicar três colegas para imitar uma bateria de escola de samba para o castigo do monstro. O engenheiro eletricista escolheu Daniel para ser o mestre de bateria, Munik e Tamiel, que havia lhe indicado na semana anterior, como ritmistas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!