Topo

Família de Adélia presta queixa contra ex que a acusou de estelionato

Reprodução/TV Globo
No "BBB", Adélia já havia falado que um ex move processo contra ela na Justiça Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

01/03/2016 18h49

A família de Adélia prestou queixa contra o ex-namorado da advogada, Anderson Romeiro, que no último domingo (28) a acusou de ter causado prejuízos financeiros a ele e sua família.

Em comunicado enviado ao UOL nesta terça, a irmã de Adélia, Andreia, informou que “todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas em relação aos crimes de calúnia e difamação cometidos pelo Sr. Anderson nas redes sociais e diversas mídias, uma vez que imputa à Adélia e aos familiares fatos definidos como crimes”. Em entrevista, ela afirmou que a família registrou um boletim de ocorrência contra Anderson.

Em uma publicação no Facebook, o ex-namorado da advogada a acusou de ter furtado objetos de um escritório que estava no nome dele e de ter vendido, de forma indevida, um imóvel que pertencia a ele. “Fui, literalmente, enganado por uma pessoa que se diz “advogada”, mas que se utiliza dos muitos conhecimentos profissionais para obter ganhos fáceis, sem nenhum esforço e mais, arruinando pessoas”, escreveu.

Anderson ainda acusou Adélia de não pagar dois empréstimos feitos pelos pais dele. De acordo com o ex-namorado, a advogada pegou R$ 11.500 emprestados de sua mãe, Lizete, para dar entrada em um carro, mas pagou apenas três parcelas. Ela ainda estaria devendo R$ 11 mil ao pai de Anderson, Edelson, por conta de gastos feitos no cartão de crédito dele durante uma viagem que ela fez com o filho aos Estados Unidos.

Na Justiça, desde 2015 correm duas ações movidas pelos pais de Anderson contra Adélia. Nas duas, abertas em maio e junho de 2015, os reclamantes pedem indenização por danos morais. Uma audiência de conciliação, referente à primeira ação, está marcada para maio.

A irmã de Adélia, no comunicado, classificou as ações que correm na Justiça como “mais uma tentativa de obter vantagem, pois são aventuras jurídicas e sem qualquer fundamento, nas quais não se comprovam em momento algum as acusações ditas por ele”.

Namoro

Adélia e Anderson namoraram em 2013. No confinamento, a advogada mencionou que havia um processo em curso movido por um ex-namorado. “Ele entrou com processo pedindo metade do meu carro, metade das minhas coisas”, afirmou, acrescentando que tem medo dele: "Eu tenho medo dele me matar".

Em sua publicação no Facebook, Anderson negou que tenha agredido a sister. “Estou sendo injustamente acusado de ter ido ao escritório dela no intuito de agredi-la. Nada mais fantasioso”, escreveu.

A irmã de Adélia ressaltou, porém, que o nome de Anderson não foi citado por ela na casa – apesar de ele ser realmente o namorado a quem ela se referia. “Cumpre esclarecer que a Adélia jamais mencionou o nome do Anderson no programa, e sequer faria, uma vez que conhece seu vil caráter e não tem intenção alguma de reviver traumas do passado.”

Ainda segundo Andreia, Anderson “nunca aceitou o término do relacionamento e tenta de tudo para desestabilizar todos nós”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!