Topo

"Odeio que me compare a Ana Paula", diz ex-BBB Aline, chamada de "marrenta"

Reprodução/Globo
Aline Mattos foi eliminada no primeiro paredão do "BBB13", com 77% dos votos Imagem: Reprodução/Globo

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

12/03/2016 08h00

Aline Mattos faz parte do time das participantes polêmicas do "Big Brother Brasil". Sem papas na língua, ela foi eliminada na primeira semana da 13ª edição com 77% dos votos por causa de algumas discussões, frases de efeito e opiniões sinceras, que beiravam ingenuidade para um jogo de um R$ 1,5 milhão como prêmio. Três anos depois, Aline se choca ao ser lembrada e comparada com Ana Paula, a sister do momento. 

“Odeio que me compare a Ana Paula. Não tem 'olha ela!', porque existe uma grande diferença entre ser sincera e ser sem noção. A sinceridade acontece quando uma pessoa faz uma pergunta ou pede opinião, e aí a pessoa vai lá e fala. Isso eu fazia e faço. A Ana Paula ameaçava, gritava e provocava quem estava quieto pelo simples prazer de criar confusão. O negócio dela era causar e muitas vezes de forma agressiva”, explicou a moça famosa pelas pérolas "Meu corpo é blindado"; "Eu sou mulher, quem não tem celulite é viado"; "Vou espantar mosca do teu rabo, não. Tua hora vai chegar", entre outras. 
 
Modelo e atualmente gerente de restaurante na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, Aline rotula Ana Paula como a vilã do “BBB16” e assume estranhar toda badalação em cima da jornalista mineira. “Sinceramente não entendo e me espanto com essa idolatria toda. Como pode uma mulher de 33 anos nunca ter trabalhado nesse Brasil e se orgulhar disso? Achar normal ser chamada de patricinha e fútil? Mandar uma advogada lavar o banheiro só porque ela é negra? Não, né? Pelo amor de Deus. Outros participantes foram mais carismáticos, se entregaram mais ao jogo e nada. Eu, por exemplo, só recebi pedras, muitas pedras”.
 
Aline não culpa a produção do programa e nem o público pela saída precoce. Segundo ela, o seu principal erro foi ter se revelado de cara e ter mostrado a personalidade forte logo nos primeiros dias. “Dei uma falsa impressão de marrenta, de muito dona de mim. Se eu criasse uma personagem sofredora, contasse a parte mais triste da minha vida e também fizesse estilo 'amiga para sempre' de todos, eu poderia ter ficado mais tempo. Só que eu entrei de coração aberto, fui eu o tempo todo e me dei mal”, gargalhou a ex-sister, que por causa das críticas, chegou a fazer aulas de etiqueta para tentar melhorar. “Não deu muito certo. Tentei olhar para dentro mas não consegui.”
 
Divulgação/João Cotta/TV Globo
Aline disse que se criasse uma personagem sofredora poderia ter ficado até a final Imagem: Divulgação/João Cotta/TV Globo
 
Sobre o “BBB16”, Aline revelou sua torcida por Dona Geralda "É a mais sincera dali e o participante que menos joga. Fica na dela, fumando seu cigarro no sofazinho, mas fala na cara dos outros o que pensa. A sensação que tenho é que esses participantes entraram mais preparados, que eles estudaram muito as outras edições e estão bem treinados ali dentro como o Ronan e Renan. Vejo Matheus e Maria Claudia como casal fake, e cá para nós, 'amorzinho prá cá', 'docinho pra lá' não colam mais", observou Aline, que assumiu ter ganhado um bom dinheiro como ex-bbb.
 
"Quando sai do BBB eu trabalhei bastante com presenças vips. Têm pessoas que abraçam mesmo a carreira de ex-bbb e não sai disso. Outros aproveitam a oportunidade e correm atrás. Não digo que sou ex-participante, mas as pessoas sabem e isso abre um cantinho da porta. O resto é contigo e graças a Deus aquela imagem de arrogante não ficou. Ela foi embora", garantiu Aline.

Expulsão de Ana Paula "zerou" o "BBB" ou programa ainda pode surpreender?

UOL Entretenimento

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!