Especial BBB17

Ana Paula Renault

Hora do veneno (e de ganhar haters): uma análise dos participantes do "BBB"

Reprodução/TV Globo
Emilly: Melhor dizendo, Serpemilly, ou a gêmea má, princesona de Taubaté, santinha do pau oco, ardilosa jogadora Imagem: Reprodução/TV Globo
Ana Paula Renault

Ana Paula Renault

Mineira, nascida e criada em Belo Horizonte desde 1981. Filha de Deus e do meu pai, jornalista e ex-BBB formada. Pós-graduada duas vezes pela Fundação Dom Cabral e também pela vida. Participações em programas de televisão e até ponta em novela, figura constante em sites de fofocas e na boca do povo. Bon vivant, agora colunista do UOL e recebendo por isso.

Especial para o UOL

12/02/2017 07h00

Estamos aí, com três semanas de programa, três eliminações, dois líderes, dois anjos, algumas fexthinhas e resenhas… E muita coisa para falar, dos outros é claro! Hahahahahahahaha (Malévola novamente)

Então, vamos lá! Ganhar mais alguns vários haters e analisar esses participantes do “BBB17”:

Pedro: Até então na sua, cara de bons amigos, dançante, irreverente, destruidor de paradigmas e... Começando a se sentir à vontade nas rodinhas de fofoca.

Elis: Promessa de grande barraqueira, está mais para a injustiçada. Levando nas costas um voto que não deu (na Mayara, eliminada no último paredão), está sendo cogitada pela casa e pelo líder a ser a próxima emparedada. Ganhou o monstro de presente do anjo Emilly (seria ironia do destino esse título?) e começou a se posicionar. Oremos.

Emilly: Melhor dizendo, Serpemilly, ou a gêmea má, princesona de Taubaté, santinha do pau oco, ardilosa jogadora. Destaque, ganhando a empatia do público e vencendo para continuar na casa em concorrência com a própria irmã, agora se destaca pelas suas vilanias e artimanhas para conseguir o que quer, se esquecendo de que quem manda nesse jogo é o público, que tudo olha e tudo vê. A ninfeta anda disputada por dois brothers, Doc Marcos e o cunhado Luiz Henrique Felipe. Que vença o melhor! Ou o mais corajoso, ou nenhum dos dois, deixa arder gostoso!

Reprodução/TV Globo
Roberta: de favorita a embuste Imagem: Reprodução/TV Globo
Roberta: De favorita do público pelas chamadas do programa a embuste dentro da edição, a bicha má deixou Elis levar a culpa pelo seu voto na eliminada Maymay (sentimos sua falta, querida!) e ainda se utiliza da ignorância dos moradores da casa para fazer a caveira da outra. “Amiga” de Serpemilly, forma com ela uma dupla de dar medo em muita gente grande! Sem falar na simpatia da moça, que doce (sqn).

LuiZzzz Felipe: Também conhecido pela sua falta de dente e trato com os mais experientes, está entre os mais mais dessa edição. Mais chato, mais mimizento e o mais inútil – não sou eu quem está afirmando, e sim os colegas de confinamento, que no Jogo da Discórdia o elegeram assim. Luiz Alguma Coisa se achava parte do trio das Meninas Superpoderosas, mas vai vir tombo sim ou com certeza? Aguardando cenas dos próximos capítulos.

Daniel: O líder da semana e talvez o sabonete desse “BBB17”. A liderança dessa vez “single”, está mais para compartilhada comzamigox do que soberana. Daniel começou com um papo de que quer colocar no paredão alguém forte e que volte, e que essa pessoa entenda. Ok! Que “BBB” esse povo andou assistindo? O líder não coloca no paredão alguém para ser eliminado e não ganhar mais um desafeto na casa? Agora o papo mudou e Daniel está sondando em quem a casa vai, quem os amigos acham melhor ele colocar no paredão etc e tal. Tá bom. Próximo!

Reprodução/TV Globo
Manoel comemorando antes do tempo: estou rindo até a próxima edição Imagem: Reprodução/TV Globo
Manoel e Vivian: O casal está na casa e lembrei deles agora pela síncope sofrida por Nenel durante a prova do líder. O rapaz bateu no peito e gritou igual quinéim Tarzan comemorando ter achado a bolinha “BBB” (missão da prova), mas na sua premiada vez o mesmo foi eliminado. Não. Não estou com remorso de estar rindo até a próxima edição. Miss Vivian continua lá, no programa, fazendo parte desse morno casal.

Ieda: Só eu não gosto nem concordo com o apelido de Mama? Mama de quem? Desse povo que na sua maioria fala mal dela? Ah tá. Estou gostando que ela e Rômulo têm uma boa visão sobre o jogo e que seja disseminada a discórdia!

Marcos: O Doc bondoso e carente desse “BBB17”. Está sempre envolvido com os afazeres domésticos e com a Princess Emilly. Se colocou no monstro para salvar mais uma vez a sua princesa ou como estratégia de jogo? Façam suas apostas! Será o Doc um cego enfeitiçado pelo amor ou um bom estrategista?

Quem mais?!

Rômulo e Ilmar: Jogadores astutos e que andam rendendo boas conversas e até risadas. Esses dois zoando o Marcos, no dia dos mil tocos recebidos pela princesona, foi demais! Preciso de mais conteúdo para maiores avaliações.

Marinalva: Estava até me esquecendo dela. Escuto ela falar: Eu concordo, eu discordo, mas e daí? Vamos lá, mulher! Desse jeito vai ser a última a ir para o paredão. Sinto algo estranho no ar, mas nada de concreto para opinar, apenas insights, premonições, coisas de colunista sensitiva.

E aí?! O que estão achando desses moradores da nave louca? Pelo menos um bom estudo antropológico renderia... That’s all folks! 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ana Paula
Ana Paula

Ana Paula

Parece que o jogo virou, não é meixmo? Jogo da discórdia x Mr. Edição

Tiago Leifert já nos havia prometido um grande twist para essa 17ª edição do "BBB", mas a promessa, além de não cumprida, foi decepcionante. O falso paredão de Emilly foi uma verdadeira trapalhada. Em contrapartida, o jogo da discórdia desta segunda-feira (3), cumpriu a esperada movimentação do programa.   Vamos aos fatos. Foi anunciado que ex participantes fariam parte do episódio fazendo perguntas aos brothers. No início, achei que o joquinho não fosse engrenar. O primeiro a perguntar foi Daniel, tentando abrir os olhos do Marcos sobre o porquê de Emília não o ter protegido quando podia. Seria o início da ruína do romance mais fofinho do Brasil? Não. Marcos não captou a maldade e sua resposta foi sonolenta. Quédi fogo no parquinho?    $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2017/meme-emilly-1491341528127.vm')As coisas só começaram a esquentar lá pela terceira pergunta, de Pedro para Ilmar; sobre quem? Emília, é claro. Foi quando Leifert sentiu a perda do controle da situação: Ilmar sendo interrompido pelo casal, direito de réplica e tréplica, conversas paralelas e por aí vai. O incêndio teve o seu ápice quando Marcos, novamente, falou que a polícia esteve no "BBB" à caça de Ilmar, pelo não pagamento de pensão alimentícia. O circo, que já estava armado, se transformou no ‘Casos de Família’ do SBT, onde estaria melhor conduzido nas mãos de Christina Rocha, já escolada nesses tipos de discussões e professora na arte de conter barracos – ou transformá-los na Rocinha inteira.    Meu espanto se deu ao churrasco que fizeram do casalzinho durante o programa. Nesses mais de 2 meses, a edição protegeu Falsemilly e Machista Harter de suas próprias personalidades e atuações, agora, faltando apenas 10 dias para o "BBB17" acabar, resolveu também acabar com o favoritismo dos dois? Mr. Edição, o público do sofá deve ter ficado bastante confuso... Como duas pessoas podem ter mudado tanto assim? Só sei que alguns participantes puderam ir à forra com essa lavação de roupa suja, só não sei se os telespectadores conseguiram entender o que realmente se passa nessa mansão não tão divertida.   $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2017/meme-marcos-1491341553671.vm')A jogada da produção, nessa reta final, de expor o casal e as verdadeiras faces dos jogadores, com certeza chamou a atenção e levou ar ao já desfalecido "BBB". O problema se dá como todo o programa veio se desenvolvendo e a ruptura inesperada com a edição, com a seleção do conteúdo que nos foi transmitida nesses 71 dias.   Eu entendo a mecânica dos programas de entretenimento, entendo também a mecânica de um reality show – fui peça de um –, só quero entender como será a resposta do público frente à surpresa que foi esse dia 3 de abril, dia também da estreia de "Dancing Brasil", já que segunda, tem Xuxa na Record. 

Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Topo