Especial BBB17

Ana Paula Renault

O 18º participante do "BBB17": Tiago Leifert

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo
Ana Paula Renault

Ana Paula Renault

Mineira, nascida e criada em Belo Horizonte desde 1981. Filha de Deus e do meu pai, jornalista e ex-BBB formada. Pós-graduada duas vezes pela Fundação Dom Cabral e também pela vida. Participações em programas de televisão e até ponta em novela, figura constante em sites de fofocas e na boca do povo. Bon vivant, agora colunista do UOL e recebendo por isso.

Especial para o UOL

22/03/2017 12h44

Ontem, dia 21 de março, foi dia de eliminação e também de um momento histórico no "BBB". Quando já se viu um participante contestando o discurso do apresentador e o mesmo se explicando e entrando na dança?

Dança, sim! Das mais descompassadas, com direito a pisões nos pés de ambos os participantes. Participantes? Há muito já analisava o Tiago Leifert como o 18º membro desse reality show. Desde o início dando dicas e trazendo interferências externas aos confinados, seu papel foi além de apresentar o programa.

A pergunta é se esse novo comportamento do "comandante" da nave louca resultou no esperado. “Eles nem sempre entendem o recado”, proferiu Leifert, mas o problema estaria no receptor ou no emissor da mensagem? Ruídos de comunicação sempre existiram, vide a falta de interpretação de texto de uns e a premissa: eu sou responsável pelo que eu falo, não pelo que você entende.

Ok! Pode até ser, a partir do momento que a sua fala não é de grande importância ou alcance. Nesse contexto, em que se fala para milhares de pessoas e participantes cruciais ao andamento do apresentado, todo cuidado é pouco. É claro que as mensagens transmitidas pelo Tiago iriam impactar cada um de uma forma. Somos diferentes, possuímos bagagens distintas e até a vontade – boa vontade – em escutar altera na recepção, ainda mais levando em consideração a posição do interlocutor, nesse caso, preso em uma casa com câmeras 24 horas ligadas, disputando R$ 1,5 milhão entre desconhecidos.

O que não se pode negar é que foi o melhor embate até hoje no "BBB17". Eu gelei quando o Leifert disse: “Eu escutei, Rômulo.” Pensei: Agora vai!!! É fogo no parquinho! Ânimos exaltados e entretenimento na TV foi o que pedimos, mas o estranhamento veio de onde partiu.

A produção está em ritmo de últimos capítulos de uma novela não bem-sucedida. Estão tentando de tudo para movimentar a trama e salvar o enredo. “Acabou a palhaçada” e punições severas foram lançadas como uma tentativa desesperada de incendiar de vez essa edição, resta saber se os já pasteurizados moradores da “Vila BBB” vão reagir. Mais fácil ver emoção e comprometimento no ativo apresentador do que nesse elenco mal escalado.

E o grande prêmio vai para: Tiago Leifert, indiscutivelmente o melhor participante desse "BBB17".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ana Paula
Ana Paula

Ana Paula

Parece que o jogo virou, não é meixmo? Jogo da discórdia x Mr. Edição

Tiago Leifert já nos havia prometido um grande twist para essa 17ª edição do "BBB", mas a promessa, além de não cumprida, foi decepcionante. O falso paredão de Emilly foi uma verdadeira trapalhada. Em contrapartida, o jogo da discórdia desta segunda-feira (3), cumpriu a esperada movimentação do programa.   Vamos aos fatos. Foi anunciado que ex participantes fariam parte do episódio fazendo perguntas aos brothers. No início, achei que o joquinho não fosse engrenar. O primeiro a perguntar foi Daniel, tentando abrir os olhos do Marcos sobre o porquê de Emília não o ter protegido quando podia. Seria o início da ruína do romance mais fofinho do Brasil? Não. Marcos não captou a maldade e sua resposta foi sonolenta. Quédi fogo no parquinho?    $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2017/meme-emilly-1491341528127.vm')As coisas só começaram a esquentar lá pela terceira pergunta, de Pedro para Ilmar; sobre quem? Emília, é claro. Foi quando Leifert sentiu a perda do controle da situação: Ilmar sendo interrompido pelo casal, direito de réplica e tréplica, conversas paralelas e por aí vai. O incêndio teve o seu ápice quando Marcos, novamente, falou que a polícia esteve no "BBB" à caça de Ilmar, pelo não pagamento de pensão alimentícia. O circo, que já estava armado, se transformou no ‘Casos de Família’ do SBT, onde estaria melhor conduzido nas mãos de Christina Rocha, já escolada nesses tipos de discussões e professora na arte de conter barracos – ou transformá-los na Rocinha inteira.    Meu espanto se deu ao churrasco que fizeram do casalzinho durante o programa. Nesses mais de 2 meses, a edição protegeu Falsemilly e Machista Harter de suas próprias personalidades e atuações, agora, faltando apenas 10 dias para o "BBB17" acabar, resolveu também acabar com o favoritismo dos dois? Mr. Edição, o público do sofá deve ter ficado bastante confuso... Como duas pessoas podem ter mudado tanto assim? Só sei que alguns participantes puderam ir à forra com essa lavação de roupa suja, só não sei se os telespectadores conseguiram entender o que realmente se passa nessa mansão não tão divertida.   $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2017/meme-marcos-1491341553671.vm')A jogada da produção, nessa reta final, de expor o casal e as verdadeiras faces dos jogadores, com certeza chamou a atenção e levou ar ao já desfalecido "BBB". O problema se dá como todo o programa veio se desenvolvendo e a ruptura inesperada com a edição, com a seleção do conteúdo que nos foi transmitida nesses 71 dias.   Eu entendo a mecânica dos programas de entretenimento, entendo também a mecânica de um reality show – fui peça de um –, só quero entender como será a resposta do público frente à surpresa que foi esse dia 3 de abril, dia também da estreia de "Dancing Brasil", já que segunda, tem Xuxa na Record. 

Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Ana Paula
Topo