Topo

Especial BBB17

Chico Barney

Verdades e mentiras: o brilho de Emilly está ofuscando o resto do "BBB"?

Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Especial para o UOL

06/03/2017 19h07

Vivemos a era da pós-verdade, onde controversos “fatos alternativos” não param de pulular entre as notícias do dia. A checagem de histórias nunca foi tão importante para o cardápio informativo do cidadão de bem.

E não existe lugar mais propício para a farsa do que um reality show. As ovelhas desgarradas da sociedade que resolvem entrar no "BBB" estão plenamente dispostas a criar narrativas que desafiam a lógica de quaisquer acontecimentos.

Não tem pay-per-view que resista a mentiras contadas de maneira consistente. Pensando no bem estar moral e ético da sociedade, fiz um cursinho por correspondência e me formei como “fact checker” para avaliar algumas declarações recentes na casa mais inacreditável do Brasil.

Reprodução / Instagram
Imagem: Reprodução / Instagram
Emilly é o único assunto da casa. Pior ainda: Emilly é o último assunto da casa. E fora dela  também. A concorrência do "BBB17" com a vida real é dura. A todo momento temos alguma tuitada violenta do Donald Trump.

Diariamente descobrimos novos crimes cometidos por políticos brasileiros que nem conhecíamos antes. Vocês viram a Ivete Sangalo na Sapucaí? E o DJ Eliéser Ambrósio anda usando luvinhas para comer pizza! Tem coisa demais acontecendo aqui fora e quase nada lá dentro.

O consumo de bebida alcoólica tende a aumentar quando a pessoa entra na faculdade - e ganha proporções ainda mais preocupantes quando começa a trabalhar. A menos que Emilly esteja pensando em seguir os passos de Tatiele Pollyana e outras sumidades do BBB que se tornaram musas fitness, o que não parece ser o caso.

As mulheres maiores de idade ostentam o mesmo direito de beber que os homens - a menos que Marcos estivesse fazendo uma recomendação médica, o que não parecia ser o caso.

 
Arrependido e amargurado, Marcos está há alguns dias azucrinando a vida de sua outrora musa inspiradora. Pelo menos quando não estão sob a lasciva proteção do edredom. Cuidado com o que desejas!

Marcos não achou isso de verdade e apenas jogou a carta Jimi Hendrix para assustar a namorada.

Adivinha quem ele acha que tem estrutura pra ganhar o prêmio? Como dizia Nabuco Donosor, “faça-me o favor”.
 
 
Trago à tona esse discurso de 2 semanas atrás para destacar o seguinte tweet:

 

 

Enquanto Marinalva vai se mantendo como a menos votada do atual paredão (de acordo com a infalível enquete do UOL), o público do "BBB17" continua contrariando o ideal de jogo proposto por Tiago Leifert.

Todos perdem – menos a camada de ozônio do Projac, sustentada por uma quantidade assustadoramente alta de plantas.

E se houver justiça neste mundo, a próxima música dos Rolling Stones vai ser sobre a Emilly.

Nossa equipe de defensores da justiça dos fatos continuará a postos para separar os mitos dos mitômanos no "BBB17". Da minha parte, garanto que volto a qualquer momento com novas informações.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!