Especial BBB17

Mauricio Stycer

Leifert promete "algo grandioso", mas entrega "trolada" boba pró-Emilly

Reprodução/TV Globo
Emilly se emociona ao achar que está sendo eliminada do "BBB17" Imagem: Reprodução/TV Globo
Maurício Stycer

Maurício Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

07/03/2017 04h01

Decidida a tirar os participantes do “BBB17” da zona de monotonia em que se enfiaram, a direção do programa anunciou na última quinta-feira (2) “uma virada dramática”. Tiago Leifert ainda atiçou a curiosidade do público dizendo se tratar de “algo grandioso”.

Nesta segunda-feira (6), os espectadores descobriram que se tratava de uma falsa eliminação – um recurso já utilizado em outras edições. Por alguns minutos, a ideia produziu grande diversão para quem assistia, mas ao final revelou-se uma grande bobagem. E, de quebra, ajudou Emilly a angariar mais simpatia junto ao público.
 
A “trolada” ocorreu um dia depois de Emilly ter sido indicada para o paredão com seis votos. Adivinhe quantos votos ela teve na votação-surpresa para eliminar um candidato “imediatamente”. Seis votos, novamente.
 
Ao descobrir que foi eliminada, a moça ficou arrasada, naturalmente. “Eu não faço questão de me despedir”, disse antes de ir embora e descobrir que, na verdade, tudo não passou de uma pegadinha.
 
A rejeição a Emilly dentro da casa já era conhecida pela direção do programa. Logo, promover uma falsa eliminação apenas um dia depois da votação verdadeira dificilmente traria um resultado inesperado. 
 
Com dez participantes na casa, a chance de Emilly ser escolhida era enorme, mesmo se Marcos não tivesse ganho a vantagem de votar duas vezes. 
 
A atividade, assim, pareceu desenhada para Emilly. Excluída, ela reforçou a imagem de perseguida pelo grupo e ainda teve o direito de escolher quatro participantes para dividirem uma casa com ela – e apenas eles disputarão a próxima prova do líder. Os outros cinco ficaram na casa original e vão disputar a prova do anjo entre eles.
 
Foi engraçado assistir a falsa votação? Foi. Muito. Vai ajudar o “BBB17” a ficar mais divertido? Acho improvável. Vai ajudar Emilly a conquistar mais simpatia? Aposto que sim.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Topo