Especial BBB17

Mauricio Stycer

A pergunta que não quer calar: Emilly já ganhou o "BBB17"?

Maurício Stycer

Maurício Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

08/03/2017 01h36

Com cinco ou mais semanas pela frente, já é possível afirmar que o “BBB17” tem um vencedor? Ou melhor, uma vencedora? 

Tudo pode acontecer, claro, mas se o programa seguir no ritmo que está, tudo parece desenhado para uma vitória de Emilly. 
 
A jovem conquistou um enorme fã-clube nas redes sociais, atraiu o apoio das fãs de Munik, campeã do “BBB16”, e mostra qualidades que fazem a diferença em um programa deste tipo, entre as quais a autoestima elevada e o fato de atuar de olho para as câmeras, não para os competidores. 
 
Também ajuda Emilly o fato de os seus colegas de confinamento, em sua maioria, terem pouca disposição para o confronto. Tiago Leifert voltou a pedir, nesta terça-feira (07), que eles deixem a razão de lado e ajam por intuição. Até agora, os apelos não têm sido atendidos.
 
No estúdio do UOL, na noite de terça, o favoritismo de Emilly foi um dos temas principais da divertida conversa com Ana Paula Renault e a dupla Eduardo Camargo e Felipe Oliveira, do site Diva Depressão. Veja no vídeo acima e fique à vontade para dar a sua opinião.   

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Topo