Especial BBB17

Mauricio Stycer

"BBB17" cresce no Ibope com caso Marcos, mas não supera edição anterior

Reprodução/TV Globo
Com 77,17% dos votos, Marinalva é a décima primeira eliminada do "BBB17" Imagem: Reprodução/TV Globo
Mauricio StycerMaurício Stycer

Mauricio Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

10/04/2017 17h58

A audiência do “BBB17” registrou o seu pico em São Paulo nesta semana que culminou na eliminação de Marinalva e que teve como destaque as cenas agressivas protagonizadas por Marcos contra Emilly. Entre segunda (03) e domingo (09), o programa registrou média de 25,58 pontos em São Paulo, a melhor média nas 11 semanas desde a estreia, em 23 de janeiro.

Ainda assim, o Ibope acumulado desta edição, média de 22,9 pontos (e 37,5% de aparelhos ligados), segue abaixo do resultado do ano passado. O “BBB16”, célebre pela participação e expulsão de Ana Paula Renault, terminou com média de 23,7 pontos (e share de 39,5%). 
 
Mesmo que registre excelentes números nos últimos quatro episódios (termina na quinta, 13), o “BBB17” não vai conseguir superar a média do “BBB16”. 
 
Desta forma, a curva descendente que havia sido revertida em 2016 voltará a apontar para baixo. Resta como consolo ao “BBB17” o fato de que vai superar, com alguma folga, a pior edição da história, o “BBB14”, encerrado com média de 21,7 pontos (e share de 39%). 
 
Ainda não dá para cravar se o “BBB15” continuará com o penúltimo lugar, com média final de 22,7 pontos (e share de 39,8%), ou se ficará à frente do “BBB17”.
 
Vale registrar que o crescimento desta edição na última semana também se deve, em parte, à perda de audiência de Record e SBT, causada pela suspensão dos seus sinais das principais operadoras de TV paga do país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Topo