Especial BBB17

Mauricio Stycer

O público merece saber: 5 perguntas à Globo sobre o caso Marcos-Emilly

Reprodução/TVGlobo
Fãs de Emilly rejeitam atitudes de Marcos e querem ele fora do "BBB17" Imagem: Reprodução/TVGlobo
Maurício Stycer

Maurício Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

10/04/2017 16h31

Diante da notícia de que o “BBB17” entrou para o rol das edições que viraram caso de polícia, seria conveniente a Globo ser mais transparente em relação ao que está acontecendo no confinamento. Para além do que o público já viu da conturbada relação entre Marcos e Emilly, ainda há muito o que esclarecer. Algumas perguntas:

1. Tiago Leifert informou na noite de domingo que, chamado ao confessionário, “Marcos foi alertado sobre o seu comportamento e sobre as regras do programa”. Qual foi exatamente o alerta? 
 
2. Alertar Marcos “sobre o seu comportamento” não é uma interferência favorável a ele? Não o ajuda a agir e interagir de forma diferente em busca de melhorar a sua imagem nos últimos dias do programa? 
 
3. Leifert disse que, em conversa reservada com Emilly, ela foi avisada que “pode e deve procurar a produção do programa a qualquer momento”. Em qual situação ela deveria procurar a produção? 
 
4. Logo após a eliminação de Marinalva, Marcos disse a Emilly: “Quando eu tava pra vir na entrevista, o Boninho... você sabe quem é o Boninho? É o dono. Ele disse: 'Você não tem medo de virar um monstro lá dentro?’” O áudio foi cortado em seguida. É verdade que Boninho disse isso a Marcos? Caso afirmativo, o que levou o diretor da Globo a fazer esta pergunta? 
 
5. O que a área de responsabilidade social e marketing da Globo, tão orgulhosa em dar publicidade aos "valores" da emissora no caso José Mayer, tem a dizer sobre o que está acontecendo no “BBB17”?

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Maurício Stycer
Topo