Topo

Especial BBB17

Mauricio Stycer

Mr. Edição esconde o baixo astral e Leifert louva a "positividade" do BBB17

Mauricio Stycer Maurício Stycer

Mauricio Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Maurício Stycer

Colunista do UOL

14/04/2017 04h01

Cinco coisas me chamaram a atenção no episódio final do “BBB17”:

1. No VT sobre as “fases do game”, um resumo dos melhores momentos do programa, Mr. Edição incluiu a visita que o apresentador Tiago Leifert fez às três finalistas. Ou seja, com todas as interferências que cometeu, Leifert foi mesmo o 18º participante do “BBB17”.
 
2. Mr. Edição deliberadamente escondeu, na final, os muitos momentos de baixo astral do programa. Leifert explicou a razão: “A gente quer que vocês todos, e o nosso elenco também, que a gente fique com as boas memórias. Que a gente guarde dessa temporada a positividade”.
 
3. Não houve qualquer interação de Leifert com os participantes da edição presentes no estúdio durante a final. Foram vistos apenas à distância. O mais polêmico deles, Marcos, foi focalizado algumas vezes – sempre com a cara séria. Não parecia satisfeito de estar ali.
 
4. Leifert resumiu muito bem as qualidades das três finalistas. Mas, fiel à proposta de lembrar apenas dos bons momentos, ignorou totalmente o que fizeram de mais questionável ao longo do programa.  
 
5. Ao final, todos os participantes correram para abraçar Vivian, enquanto Emilly festejava com a família e os músicos. Quando os créditos de encerramento apareceram na tela, foi possível ouvir o público gritando o nome da vice-campeã: “Vivian! Vivian!”

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!