Topo

Especial BBB17

Com 55,92%, Ilmar é o décimo eliminado do "BBB17"

Reprodução/TV Globo
Ilmar aguarda o resultado do décimo paredão do "BBB17" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

04/04/2017 23h12

Em um paredão com recorde de audiência - foram quase 113 milhões de votos, - o advogado Ilmar recebeu 55,92% da preferência do público e foi o décimo participante a ser eliminado do "BBB17". O brother deixou a casa na noite desta terça-feira (04) após perder a disputa para o cirurgião plástico Marcos, que se mantém na corrida pelo prêmio de R$1,5 milhão.   

Antes de anunciar o resultado da votação, Tiago Leifert falou sobre a polarização das torcidas dentro e fora da casa e disse aos confinados que o resultado desse paredão não apontaria um "paladino da justiça e nem um demônio". O apresentador também disse que os ex-amigos "bobearam ao se colocar no paredão".

"A polarização é muito grave porque ela é cega - um lado só enxerga qualidades e outro só os defeitos e não há nada que faça eses caras mudarem de opinião. Todos vocês já erraram aí dentro e já acertaram muito aí dentro", disse Leifert. 

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Ao deixar a casa, Ilmar declarou que nada compensa R$ 1,5 milhão e que ele jogou "o seu melhor jogo". Após abraçar sua própria família, o advogado se direcionou ao pai de Marcos e deu um abraço nele.

"Isso é um jogo da vida. Posso dizer que fui muito leal ao Marcos o tempo todo. Eu saio maior do que eu entrei, pude demonstrar que sou amoroso e paciente, ao mesmo tempo rude e, acima de tudo, humano", disse o advogado. "Tive mais voto que o Aécio", referindo-se à expressiva votação no paredão."Devo ter tido até o voto da Dilma", afirmou Ilmar.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

lmar foi indicado ao paredão pela líder da semana, Emilly. A sister justificou da seguinte maneira: "Nesses dias, Tiago, você me disse que ainda tínhamos mil chances de mostrar o que somos. Daí uma pessoa que disse que me amava, companheiro, se mostrou essa semana uma pessoa traiçoeira, gananciosa, fofoqueira, mentirosa e revelou um jogo muito sujo, muito baixo em relação a mim e ao trio. Por isso voto no Ilmar".

Logo após o fim da votação da casa, Leifert abriu espaço para os brothers defenderem a permanência na casa. O advogado então se defendeu: "Eu só posso me ofender com aquilo que eu sou. Ouvindo um despautério de uma pessoa como a Emilly, alguém que quando todo mundo estava jogando pedra eu ajudei, eu não me ofendo. Mas eu quero pedir que o Brasil me julgue por todos os desafios que eu passei aqui, inclusive ter parado de fumar dentro do confinamento. Que analisem o conjunto".

Na manhã seguinte, Marcos perdeu o controle. O gaúcho acusou o advogado de dever três meses de pensão e ter recebido a visita da polícia no “BBB17”. Durante a tarde, a Rede Globo negou as afirmações de Marcos e durante o programa ao vivo o apresentador Tiago Leifert desmentiu o médico na frente de todos os brothers.

Na noite da segunda-feira (3), o jogo da discórdia mexeu diretamente com o ambiente da casa. Minutos antes, Tiago anunciou que os últimos quatro eliminados (Daniel, Pedro, Roberta e Rômulo) fariam parte do jogo. Marcos e Emilly afirmaram que a atividade foi feita para prejudicá-los.

Todas as perguntas foram direcionadas de alguma maneira para o casal e os dois perderam o controle. Após novas acusações contra Ilmar, Marcos foi interrompido. Leifert pediu para ele maneirar nas respostas e lembrar que estava em um programa ao vivo. O advogado se emocionou com as acusações e ameaçou deixar o "BBB17". 

Reprodução/Tv Globo
Imagem: Reprodução/Tv Globo

Na tarde de terça-feira, Ilmar foi procurado pelo médico para um pedido de desculpas, mas o sul-mato-grossense não quis conversa. Marcos fez nova investida e, dessa vez, o brother preferiu correr em torno da piscina para fugir da conversa. Em uma das cenas mais infantis da edição, o cirurgião berrava desculpas, enquanto o advogado chamava por deuses indígenas e então finalizou a conversa com a afirmação: “Você é um Judas”.

“Mamão”

O advogado, de 38 anos, logo que entrou na casa se aproximou de Rômulo e Marcos. Por terem faixa etária parecida e alguns gostos em comum, os brothers surgiram como fortes candidatos para vencer o “BBB17”

Além de trabalhar como advogado, Ilmar também se destaca na cozinha. O brother já trabalhou na área e adora criar pratos em receitas autorais. Não à toa, assumiu o fogão da casa mais vigiada do Brasil desde início.

Seu tempero inclusive já gerou algumas discussões - ele se irritou depois de Emilly, Roberta e Luiz Felipe reclamaram de uma de suas receitas e ficou alguns dias sem exercer a função. Em outro momento, durante um Castigo do Monstro, ele temperou um catchup com pimenta causando a revolta dos brothers.

O apelido de “Mamão” o advogado já trazia antes do reality show, mas foi assim que ficou popular entre os brothers. A todo momento deixou claro o amor pelo filho e que queria vencer o programa para dar uma condição de vida melhor para ele.

Paulo Belote/Globo/Divulgação
Imagem: Paulo Belote/Globo/Divulgação

Seu gênio forte e respostas ácidas fizeram com que se afastasse dos demais brothers e formasse um trio com Emilly e Marcos. Os três foram responsáveis pelos quatro últimos eliminadas do “BBB17”: Daniel, Pedro, Roberta e Rômulo. Porém, após a saída de Daniel o trio se desfez. O advogado disse que sentia a saída do agente de trânsito e Emilly se revoltou com o comentário.

Nos dias seguintes Marcos e Ilmar se afastaram da sister, alegando que ela era mimada e mal educada. Após Emilly ganhar a liderança, o casal reatou o relacionamento e se afastou do advogado, além de se isolar do resto da casa.

A sister discutiu com sul-mato-grossense e Marcos também se desentendeu com o brother. Os antigos amigos se tornaram rivais e se enfrentaram no paredão desta semana. O advogado acabou sendo eliminado com a menor diferença entre todos os paredões do “BBB17”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!