Especial BBB17

Marcos e Marinalva disputam o décimo primeiro paredão do "BBB17"

Montagem/TV Globo
Marcos e Marinalva estão no décimo primeiro paredão do "BBB17" Imagem: Montagem/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

Marinalva e Marcos estão no décimo primeiro paredão do "BBB17", formado na noite deste sábado (8). A paratleta foi para a berlinda após a indicação da líder Emilly, enquanto Marcos recebeu o maior número de votos da casa, três no total (Ieda, Marinalva e Vivian). Diferentemente da semana passada, os votos da casa foram feitos na sala diante de todos.

Diferente das semanas anteriores, quando o paredão era formado no domingo e eliminação acontecia na terça-feira, o reality show sofreu alterações na rotina devido a reta final da competição. A alteração na grade foi confirmada na quinta-feira (6), no programa ao vivo, pelo apresentador Tiago Leifert. Porém os participantes foram pegos de surpresa neste sábado.

A líder Emilly ficou nervosa ao ser informada sobre a votação, hesitou por alguns segundos mas abriu a votação colocando Marinalva no paredão com a justificativa: "Pela série de coisas que já aconteceram. O pedido de desculpa é bonito, mas não apaga o que aconteceu na casa".

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Após o fim da votação da casa, Leifert abriu espaço para os brothers defenderem a permanência na casa. Marcos foi o primeiro a falar: "A gente chegou a uma altura do campeonato agora, mais ou menos o que Dan falou, todo mundo mostrou o que é, mas óbvio que sempre tem a chance de fazer mais alguma certa ou errada. Eu confio na edição do programa, que mostre tudo o que aconteceu na casa, tudo o que eu vi. O público que decide, eu estou de consciência tranquila."

Na sequência foi a vez da paratleta ter seus 30 segundos para se defender: "Eu estou muito feliz de estar aqui, acho que todos já somos vencedores. Eu tenho dado o melhor que eu posso aqui dentro, todos os momentos que posso fazer algo, seja criticar ou algo construtivo, eu estou sempre fazendo o meu melhor".

Votos da Casa

Leifert pediu para a líder Emilly sortear a ordem da votação. A sister pegou a urna que estava em cima da mesa e sorteou o nome de Ieda. A aposentada foi a primeira a votor e escolheu Marcos para a berlinda.

Em sua justificativa a gaúcha disse que não poderia trair as amigas (Marinalva e Vivian) e por isso votaria no médico, alegando uma fala do próprio gaúcho sobre fidelidade com os amigos dentro da casa.

Na sequência foi a vez de Vivian votar. A manauara também escolheu o médico, alegando que manteria sua estratégia das últimas semanas. Então foi a vez de Marinalva votar. A paratleta escolheu o cirurgião e definiu seu adversário no paredão dessa semana.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Marcos questionou Leifert se precisaria votar, já que o paredão já estava decidido. O apresentador disse que o voto era obrigatório. Contrariado, o gaúcho votou em Ieda alegando que a sister havia dito que "queria a gauchada na final", mas ao votar nele estaria se contradizendo.

Prova do líder

Sentados em tapetes voadores, no maior estilo "noite das Arábias", Emilly, Marcos e Marinalva começaram a disputar a prova de resistência na sexta-feira (7), competição que valia a liderança e imunidade no 11º paredão do "BBB17", que será formado excepcionalmente neste sábado.

Intitulado "Tapetes Voadores", o desafio consistiu em ficar sentado sobre tapetes suspensos. De tempos em tempos, um sinal obrigava os confinados a tocar uma campainha. Quem não apertasse o botão no tempo estimado - 10 segundos – seria eliminado da prova.

Ieda e Vivian não se classificaram para a disputa e ficaram de fora da prova. A produção também não autorizou a permanência das sisters do lado de fora da casa. "Aproveitem para descansar", disse Leifert.

Reprodução/TVGlobo
Imagem: Reprodução/TVGlobo

Marcos foi eliminado com menos de cinco minutos de disputa, após cometer uma irregularidade e ser desclassificado. Depois 11 horas de prova, Marinalva esqueceu de tocar a campainha e foi eliminada, dessa maneira Emilly se tornou a nova líder do "BBB17".

Veja quem votou em quem

Ieda votou em Marcos
Vivian votou em Marcos
Marinalva votou em Marcos
Marcos votou em Ieda
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
Redação
Redação
Redação
Colunas - Flavio Ricco
Redação
Redação
Redação

Redação

Emilly é intimada a prestar depoimento na Delegacia da Mulher nesta segunda

Vencedora do "Big Brother Brasil 17", Emilly foi intimada a prestar depoimento nesta segunda-feira (17) às 10h na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela delegada Marta Noeli, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher.   A gaúcha irá falar sobre as agressões físicas e verbais sofridas dentro da casa do "BBB" durante uma briga com Marcos na madrugada de sábado passado. Marta Noeli acredita que Emilly não precisará fazer exame de corpo delito.   "Ela já que foi examinada pelo médico na Globo, mas a Dra. Viviane quem vai decidir", explicou.     Após ouvir o depoimento do ex-BBB Marcos Harter na quarta-feira, a delegada Viviane Pinto, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio, falou sobre o inquérito que apura o suposto crime de lesão corporal cometido pelo médico contra Emilly, que culminou com a expulsão dele do "BBB17".   "Quando a Polícia Civil tomou conhecimento de um possível delito de violência doméstica ocorrendo no interior do reality show, a diretora do departamento me ligou e nós analisamos brevemente os momentos e vimos sim que ali havia indícios do crime de lesão corporal praticados contra a participante Emilly. Por isso decidimos instaurar inquérito policial para apurar o crime de lesão corporal", disse.   "Na segunda, instauramos o inquérito e foram solicitadas câmeras e deixadas intimações para a Emilly e para o Marcos. Quero deixar claro que a decisão pela expulsão dele foi unilateral da emissora", disse a responsável pela investigação. A delegada disse ainda que a apuração está adiantada e os próximos passos serão as análises das imagens.   O cirurgião plástico prestou depoimento nesta quarta-feira (12) sobre as agressões em rede nacional durante uma discussão com Emilly, que foram ao ar na madrugada de domingo.   Durante entrevista ao "Mais Você" desta sexta, Emilly afirmou que pretende conversar com o cirurgião plástico: "Colocar tudo em pratos limpos". A ex-BBB revelou que foi instruída a não conversar com o gaúcho. "Me disse disseram que, no momento que ele saiu, ficou contra mim. Ele começou a fazer campanha contra mim: 'O Marcos está contra ti, ele está fazendo companha contra ti', me disseram", comentou.  

Redação
Redação
Redação
Redação
Chico Barney
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Entretenimento
Redação
Redação
Maurício Stycer
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo