PUBLICIDADE
Topo

Especial BBB17

Marcos não perdoa Mayara e Vivian: "Fui jogado nas chamas do machismo"

Do UOL, em São Paulo

01/02/2017 00h23

Com a saída de Gabriela Flor no paredão desta terça (31) no "BBB17", Marcos permanece no jogo apesar de ter sido acusado pelas atuais líderes Mayara e Vivian de machismo e de tratar mal as mulheres da casa. O cirurgião plástico garantiu que está tranquilo em relação às duas e não guarda rancor, mas que está de olho nas atitudes das duas.

"Esse tipo de acusação é algo muito pesado. Eu pedi desculpas a elas caso as tenha ofendido, mas é o tipo de desculpa que a gente nem sabe se está certo em pedir, porque não sinto que fiz nada de errado. Eu aliás falei pra elas que as acusações que elas fizeram foram irresponsáveis. Usei o exemplo da pena de morte, que nunca pegou no Brasil porque um erro desses acaba com uma vida pra sempre", criticou o brother, sério.

"O que rolou é que elas tentaram me jogar nas chamas do machismo. As justificativas delas foram fracas de inteligência e pesadas na intenção", completou o cirurgião, que acha que o público o deixou na casa por ter percebido que as líderes estão manipulando as histórias. Rômulo, entretanto, disse que Marcos precisa ficar atento porque o jogo é mais complexo do que isso. "A Gabi não estava jogando, ia sair mesmo. Mas você tem que ficar de olho porque não sabe como foi a edição, podem muito bem ter te colocado como um monstro".

Especial BBB17