Topo

Especial BBB17


Após pegadinha, brothers são separados em dois grupos por um muro

Reprodução/TV Globo
Brothers são separados por muro em brincadeira no "BBB17" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Pulo

06/03/2017 22h59

Após falsa eliminação nessa segunda-feira (6), a casa do "BBB17" foi dividida por um muro em uma brincadeira com a política do presidente americano Donald Trump. Um lado foi chamado de "mexicano", enquanto o outro recebeu a alcunha de "americano". Tiago Leifert apelidou a separação de o "Muro de Trump". 

Quem está do lado americano (Ieda, Pedro, Roberta, Rômulo e Vivian) vai disputar exclusivamente a prova do anjo, enquanto o lado mexicano vai competir na próxima prova do líder. A divisão foi decidida por Emilly, que escolheu Marcos, Ilmar, Marinalva e Daniel para ficar ao seu lado, mesmo sem saber de sua permanência no programa. 

Tudo aconteceu de maneira muito rápida. O apresentador Tiago Leifert avisou os espectadores sobre as regras da brincadeira e deu início ao jogo. Para os brothers, ele alegou que o público escolheu uma regra comum na versão americana do programa e, que por chegar na metade da competição, um brother seria eliminado de maneira repentina em votação aberta naquele momento. 

Uma falsa votação foi iniciada. Emilly foi a mais votada, com seis indicações contra cinco de Ieda, e foi avisada que estava eliminada do programa

A sister foi chamada até o confessionário para deixar um testamento com quatro pessoas que teriam direito a participar da prova do líder. Após deixar a casa, ela descobriu que não estava eliminada e havia escolhido os participantes da prova. Os brothers do lado americano não sabem que Emilly permanece no programa e não terão contato com os do lado mexicano. 

Reprodução/TV Globo
Cozinha do lado mexicano da casa do "BBB17" Imagem: Reprodução/TV Globo

Os confinados do lado "yankee" foram até o muro tentar contato com os demais participantes, mas não tiveram sucesso. Roberta chegou a brincar: ""Eu sou tão louca que até ouvi a voz dela (Emilly)".

O apresentador não avisou até quando a separação vai durar e como será o paredão da próxima terça-feira. Do lado mexicano, Emilly e Marinalva estão emparedadas, enquanto do lado americano Pedro está na berlinda. 

O Jogo

Tiago Leifert avisou ao público que os brothers responderiam a seguinte pergunta: "Quem você quer que seja excluído da casa agora?". O mais votado escolheria mais quatro "convidados" para deixar a casa principal do reality show.

Os demais participantes ficam no atual espaço do "BBB17", porém não poderão disputar a próxima prova do líder. Marcos, que ganhou uma pulseira branca, após Ilmar atender ao Big Fone, teve o poder do voto duplo. O brother só soube do seu poder durante a brincadeira. Apesar dessa benefício, a sua amada foi a mais votada. 

Veja como foi a votação:

Rômulo votou em Emilly
Roberta votou em Emilly
Marinalva votou em Ieda
Ieda votou em Emilly
Daniel votou Emilly
Emilly votou em Ieda
Vivian votou em Emilly
Marcos votou em Ieda (vale por dois)
Ilmar votou em Ieda
Pedro votou em Emilly

Histórico

No programa da última quinta-feira, Leifert anunciou que "uma virada dramática no jogo" aconteceria no jogo. Ele não deu detalhes sobre o que aconteceria, apenas que a pessoa que recebesse a pulseira branca, de quem atendesse o Big Fone, teria um poder especial em uma brincadeira na segunda-feira.

No sábado o apresentador avisou o público sobre como o game se desenvolveria, mas deixou os brothers sem nenhuma informação. Ilmar chegou a questionar Leifert durante a formação do paredão triplo, mas Tiago se negou a falar sobre o poder da pulseira branca e deixou claro que isso só seria revelada em outro momento.

Durante a tarde de segunda, a produção do "BBB17" ordenou que todos os brothers fizessem as malas, como se fossem deixar o confinamento. Todos da casa ficaram surpresos. Roberta e Vivian passaram a acreditar que Marcos irá escolher alguém para ser eliminado da competição.