Topo

Especial BBB17

Ilmar e Marcos especulam sobre futuro do lado americano

Reprodução/TVGlobo
Marcos e Ilmar: tentando prever o futuro do outro lado da fronteita Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em São Paulo

07/03/2017 12h01

Como o fogo no parquinho tendia a ser extinguir, o Grande Irmão resolveu jogar combustível nas chamas na noite anterior para esquentar o “BBB17”. A casa está literalmente dividida e, agora, é guerra declara e não mais velada. Naturalmente, o assunto entre os brothers, do lado americano da casa, e dos hermanos, do lado mexicano, não poderia ser outro na manhã desta terça-feira (7).

"Quando ele viu que a galera estava votando na Emilly, ele pensou que a galera de cá ia ficar em minoria. E se aliou à maioria", diz Marcos sobre Daniel, que acabou ficando do lado mexicano da casa por decisão de Emilly. 

Ilmar opina: "Isso é a pior coisa que existe, você não é respeitado nem por um lado nem por um outro". O cirurgião concorda: "Exatamente. Você abandona os seus ideais para ir na maioria. Pra adquirir o respeito do grupo. Mas o grupo de lá, mais cedo ou mais tarde, vai se subdividir".

O advogado faz seu prognóstico: "A primeira que roda é a Ieda". Marcos acha que Rômulo não será o primeiro do outro lado da fronteira a deixar o programa, e Ilmar concorda: "Ele é o professor de Deus. Tudo o que falam o povo escuta".

Paredão

Emilly, Marinalva e Pedro estão no sexto paredão do "BBB17", que será decido na noite desta terça-feira. O jornalista foi para a berlinda por indicação do líder Ilmar, enquanto a gaúcha levou a maior quantidade de votos na casa, seis no total. Já a paratleta foi uma escolha de Roberta, que recebeu a pulseira vermelha de Ilmar e ganhou o direito de indicar um colega.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!