Topo

Especial BBB17

Daniel critica criação de Emilly e descarta romance com Roberta

Globo/ Paulo Belote
Daniel posa para foto depois de deixar o "BBB17" Imagem: Globo/ Paulo Belote

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

28/03/2017 00h41

Sem um milhão e meio no bolso, mas com a certeza de ter feito um jogo limpo. Essa foi a conclusão de Daniel assim que foi eliminado do "BBB17". No melhor estilo fair play, ele não citou nomes mas credita  sua saída a preferência pelos vilões e não pelos mocinhos.

"Eu preciso e  quero também ver o que foi passado para entender o que aconteceu Acredito que não consegui passar uma empatia ao público, mas toda a história tem que ter um vilão", disse o paulista. 

"Mas toda história tem que ter um vilão, uma pessoa que  desperte vários sentimentos e isso já tinha lá dentro", continuou o agente de trânsito. 
 
Daniel deixou claro que nesta edição a vilã em questão era Emilly: "É uma pessoa de difícil convivência. Ela tem problemas de criação, mas isso não é problema meu". 
 
Daniel também falou sobre a paixão que despertou em Roberta no início do reality show: "Eu fiquei assustado com a situação e tratei de cortar para não nutrir qualquer tipo de esperança. Roberta é uma menina ótima e uma amiga que vou querer ter aqui fora". 
 
Já com a italiana Elettra a coisa muda de figura. "Ela é o tipo de mulher que me atrai apesar de ser bem novinha. Se ela me convidar para ir lá na Itália, eu vou", disse o brother. 
 
Fora da disputa pelo prêmio, Daniel disse que sua torcida agora e para Marinalva: "Torço pelo seu histórico de vida. Uma paratleta, mulher guerreira, mãe de três. Uma querida". 
 

Apesar de ter deixado claro que não estava no reality por fama, o agente de trânsito quer ganhar dinheiro como ex-BBB: "Nunca tive medo de acordar 4h da manhã e ir trabalhar. Se precisar, vou voltar a fazer isso. Mas por enquanto, eu vou sim estudar todas as propostas que me fizerem. Vou fazer presenças VIPs se me chamarem e quero aproveitar esse momento. Já sou um vitorioso. É importante lembrar: eu saí da periferia. O que vier agora é lucro".

Nem ensaios sensuais ele pretende descartar, desde que a filha Sabrina autorize: "Faço ensaio sensual sem problemas. Eu preciso do respeito da minha filha e da autorização". 

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!