Topo

Especial BBB17

Em dia de fúria, Marcos diz que polícia foi atrás de Ilmar na casa

Reprodução/TVGlobo
Marcos perde o comedimento e bate boca com Ilmar Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em São Paulo

03/04/2017 11h11

Logo após atacar Marinalva e Ieda na manhã desta segunda-feira (3), dizendo, entre outras coisas, que as sisters estavam “com merda até o pescoço”, Marcos partiu para cima de Ilmar, que foi encurralado pelo cirurgião na área externa da casa. Entre muitos impropérios, jogou na cara do advogado que a polícia foi atrás dele na casa por causa de falta de pagamento de pensão alimentícia.

“A polícia veio atrás de ti aqui. Bateu na porta da casa por falta de pagamento de pensão. Eu ofereci para pagar e daí você me trai”, diz Marcos. Ilmar nega que está traindo o cirurgião e escuta de um Marcos enfurecido: "Eu acho um absurdo vocês dois não conseguirem dialogar". Ele se refere a Emilly, que escuta a conversa. Depois, com voz alterada e distante de seu contumaz comedimento ao falar, condena o brother por ter chamado a gêmea de verme no dia anterior.

"Você tem que pedir desculpas para Emilly pelo Brasil. Precisa pedir desculpas pra Emilly por todas as mulheres do Brasil". O advogado diz que não tem que pedir desculpas a ninguém e Marcos continua: "Você chamou uma menina de 20 anos, que perdeu uma mãe há dois meses, de verme. Você tá louco, velho?!". Marcos conclui: "Você pode ter todas as suas condutas, todas as suas direções. Pode pensar o que você quiser em relação a Emilly. Mas chamar uma menina de verme?!"

Pouco tempo depois das declarações sobre a suposta falta de pagamento de pensão por parte de Ilmar, o advogado do sul-mato-grossense, João Victor de Souza Cyrino, soltou uma nota negando o ocorrido e pedindo que a Globo desminta Marcos publicamente. "A manutenção da fala inverídica sem resposta pode prejudicar Ilmar tanto na disputa do paredão quanto em sua honra e imagem", justificou o advogado. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!