Topo

Especial BBB17

Marcos reclama da prova do líder e cita sua advogada

Reprodução/TVGlobo
Marcos diz que sua desclassificação foi injusta Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em São Paulo

08/04/2017 18h57

Marcos voltou a se queixar de sua desclassificação da prova de resistência que valia a liderança no "BBB17". Durante o almoço, neste sábado (8), o médico se irritou ao lembrar do ocorrido: "Palhaçada", exclamou. No início da tarde, ele já havia reclamado com Emilly de sua eliminação.

O gaúcho afirmou que em um hipotético processo contra o reality show, seria fácil ganhar: "Minha advogada desmonta facinho essa história". "Sabe o que importa? Importa é que o desfecho para mim foi o mesmo", completou. 

O brother disse ainda que caso Marinalva fosse desclassificada antes dele, cederia a vitória a Emilly: "O meu objetivo era que ela ganhasse. Eu ia entregar para ela porque ia me sentir covarde competindo com ela".

A paratleta criticou o comentário do médico: "Vamos supor que nossos amigos conseguissem colocar nós três (Ieda, Vivian e Marinalva) para fazer a prova. Eu acho que seria muita falta de competitividade eu falar já que é a Vivian, já que é a Ieda... qualquer uma que ganhar tá bem". A estudante garantiu que não precisaria da ajudar de ninguém para vencer: "Eu ganhei por mérito meu". 

O cirurgião afirmou que as regras não foram bem explicadas pelo apresentador Tiago Leifert: "Tanto que eu tenho certeza de que vocês só se ligaram que não podia levantar a bunda depois que eu saí". Emilly e Marinalva discordaram do colega. "O Tiago falou que não podia e eu ainda perguntei ao vivo", comentou a gêmea.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!