Topo

Especial BBB17

Marcos diz a Emilly: "Vamos encerrar, vai ser bom para nós"

Reprodução/TVGlobo
Marcos sugere a Emilly o fim do relacionamento: "A gente está se intoxicando" Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em São Paulo

09/04/2017 13h41

Marcos e Emilly seguem tentando se entender nesta tarde de domingo (9), mas sem muito êxito. O cirurgião e a gêmea, que passaram a madrugada às turras, listam agora os pontos que consideram negativo no outro. Em dado momento, impaciente, o médico sugere o fim do relacionamento.

O brother diz que a gaúcha o cobra demais por não gostar dela da maneira como ela gosta dele: "Acredito que sim. E queria que você entendesse que eu já tive a sua idade e sei bem como é. Sei que a gente se entrega fácil na tua idade. Entrega facinho. Chegou, gostou, beijou. Quando vê tá apaixonado e já tá amando. Mas a gente se machuca. Com o tempo a gente passa a aprender que gostar é aos pouquinhos".

Marcos fala para Emilly que quem já sofreu por amor de verdade, não entra de cabeça em uma relação. A sister então rebate: "É diferente quando a gente sofreu pelos nossos erros. Tu sofreu pelos teus erros, então pode ter sido mais intenso pra você. Eu sofri pelos erros do outro". Marcos interrompe a gaúcha e fala: "Você não sabe pelo que eu sofri. Você não sabe as minhas histórias".

A gaúcha diz para o brother que já se sentiu desrespeitada: "Um grande defeito que eu acho que tu tem aqui dentro é a falta de respeito". O médico, irritado, interrompe e pergunta: "Falta de respeito com quem? Tenta lembrar alguma vez aqui na casa em que eu te xinguei" Emilly rebate: "Não venha me atacar, tenha postura, seja grande!"

A sister acusa o médico de humilhá-la e afirma que ele seria capaz de traí-la se pudesse. "Mas eu já te traí?”, questiona Marcos. A sister responde que não, mas que acredita que ele seria capaz de fazê-lo. O médico, então, questiona se a gaúcha seria capaz de trair e Emilly dispara: "Não me vejo capaz de trair porque eu tenho coragem de ver que não tenho mais tesão ou vontade em um relacionamento e terminar".

O bate-boca segue e Marcos se cansa: “Vamos encerrar, vai ser bom para nós. A gente está se intoxicando um ao outro”. Emilly rebate: “Tu conseguiu acabar com nossa relação”. O brother levanta e se distancia: “Não quero mais discutir. Chega! Eu vou sair hoje. Eu quero ir embora para casa”. Ele, então, olha para uma câmera e diz: “Brasil, pode me tirar”.

Marcos vai refrescar a cabeça na piscina, mas Emilly segue atrás insistindo em levar a conversa adiante. "Sabe uma coisa que a gente falhou? A gente não conseguiu nem ver como seria longe disso tudo, longe desse estresse, longe de toda essa pressão. Isso me deixa muito triste. Me deixa triste pela sua facilidade dizer que acabou antes de pensar que faltam alguns dias para acabar isso aqui", diz a gêmea. "Se você continuar sendo teimosa lá fora", avalia o cirurgião. "Isso é tu que está dizendo. Eu falei que eu tentaria", rebate a gaúcha. "Da boca para fora. Isso que quero que você compreenda", observa o brother. 

Paredão

O paredão formado excepcionalmente na noite anterior terá seu desfecho neste domingo. Na berlinda estão Marinalva, indicação da líder Emilly, e Marcos, mais votado pela casa. Com a saída de um dos dois, restarão apenas quatro confinados disputando o prêmio principal.

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!