Topo

Especial BBB17

"JN" noticia comportamento de Marcos e fala que Globo tomará atitudes

Reprodução/TVGlobo
Imagem: Reprodução/TVGlobo

Do UOL, em São Paulo

10/04/2017 21h23

O "Jornal Nacional" desta segunda-feira (10) noticiou o comportamento agressivo de Marcos com Emilly durante os últimos dias. Com as imagens exibidas no programa, Renata Vasconcellos informou que a delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, esteve na casa conversando com a sister e disse que ela pode pedir o “afastamento de Marcos se ela quiser”.

"A delegada concordou com as seguintes medidas: submeter Emilly a um exame clínico por um médico da Globo para availiar a possibilidade de lesão corporal e chamá-la novamente ao confessionário, a fim de que fiquem claros seus direitos garantidos pela lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distânte de Marcos se assim o desejar. A partir dos resultados, a Globo anunciará o que fará na edição de hoje do programa."

William Bonner também anunciou que a Globo está analisando o caso e vai decidir no programa desta noite que atitudes tomar em relação ao comportamento do cirurgião plástico: "Mais uma vez a Globo reafirma seu repudio a toda e qualquer forma de violência tendo evindenciado em todas as suas atitudes. Conforme esclarecemos no ar na edição do BBB discussões como aconteceram ontem entre Marcos e Emily na madrugada de domingo podem levar às agressões físicas, o que não é admissível nem dentro nem no programa nem fora dele".

"Pelas regras do BBB, inclusive, agressões físicas são punidas com expulsões imediatas. Por isso, a direção do programa chamou Marcos e Emilly separadamente ao confessionário, no domingo. Marcos foi repreendido e alertado sobre seu comportamento. A Emilly foi reforçado todo apoia. Na ocasião, ela não denunciou nenhuma agressão física.", completou o apresentador. 

O caso

A polícia foi à casa do "BBB17 nos estúdios Globo, em Curicica zona oeste do Rio, para ouvir Marcos e Emilly sobre a briga do casal que aconteceu na madrugada do domingo ( 9). 

"A delegada Viviane esteve na Globo para ouvi-la e estamos com um perito à disposição para fazer um exame na Emilly. Conseguimos achar um vídeo em que ele aparece segurando o cotovelo e existe uma marca no braço dela. Diante disso, já temos indício. Conseguimos instaurar inquérito. Dependendo do laudo do perito e do que está lá no vídeo, já é uma prova bem contundente e até o fim do dia já teremos uma decisão sobre as medidas protetivas", explicou a delegada na tarde desta segunda. 

Marcos foi chamado ao confessionário, onde ficou por 15 minutos. Depois, Emilly quis saber o motivo da convocação, mas o brother se recusou a dizer. Ao deixar a área privada, o cirurgião foi para a cozinha preparar sanduíches. "Entrou sapo no confessionário e saiu um príncipe", comentou a gêmea.

Cerca de uma hora após Marcos ser chamado para o confessionário, foi a vez de Emilly. O áudio da casa foi cortado por poucos segundos e a sister seguiu até o cômodo privado. Depois de cinco minutos, ela deixou o local e foi até a cozinha em silêncio, na sequência ela caiu no choro e isolou na área externa da casa.

Marcos saiu atrás da sister e tentou conversar com ela sobre o que aconteceu no confessionário: "É alguma coisa comigo?". A gaúcha respondeu algo semelhante ao que o brother disse para ela minutos antes: "O que acontece no confessionário, fica no confessionário". 

Diante da repercussão das atitudes de Marcos, a família dele emitiu uma nota, dizendo que o estresse seria o motivo das atitudes em relação a Emilly. "O Marcos que vocês estão assistindo não é esse ser humano agressivo".