Topo

Especial BBB17

Polícia vai aos estúdios Globo ouvir Marcos e Emilly sobre briga

Reprodução/Gshow
Marcos e Emilly discutem feio após o fim da festa Emoções Imagem: Reprodução/Gshow

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

10/04/2017 16h33Atualizada em 11/04/2017 12h18

A polícia foi aos Estúdios Globo, onde a casa do "BBB17" está localizada, em Curicica, zona oeste do Rio, para ouvir Marcos e Emilly sobre a briga do casal na madrugada de sábado para domingo. A informação foi confirmada pela delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, na tarde desta segunda-feira (10).

"A delegada Viviane já está na Globo para ouvi-lo e estamos com um perito à disposição para fazer um exame na Emilly. Conseguimos achar um vídeo em que ele aparece segurando o cotovelo e existe uma marca no braço dela. Diante disso, já temos indício. Conseguimos instaurar inquérito. Dependendo do laudo do perito e do que está lá no vídeo, já é uma prova bem contundente e até o fim do dia já teremos uma decisão sobre as medidas protetivas", explicou a delegada à tarde.
 
O participante poderá ser afastado do programa ainda nesta segunda-feira caso a medida protetiva seja tomada e ele tenha que manter uma distância da vítima.
 
"Não assisto ao programa. Vi as questões da violência doméstica, da violência psicológica, dele encurralá-la. Nestas atitudes é uma questão de violência doméstica, mediante a representação, ela teria que vir à delegacia, mas com os vídeos temos provas."
 
Procurada pelo UOL, a Globo confirmou a presença da polícia dos estúdios Globo, onde a casa do "Big Brother" fica localizada, e disse que Marcos e Emilly não prestaram depoimento.
 
As medidas de proteção que constam na Lei Maria da Penha podem ser o afastamento do agressor do lar ou local de convivência com a vítima, a fixação de limite mínimo de distância do agressor em relação à vítima e a suspensão da posse ou restrição do porte de armas, se for o caso. 
 
 
Confessionário
 
No começo da noite desta segunda-feira, Marcos foi chamado ao confessionário, onde ficou por 15 minutos. Depois, Emilly quis saber o motivo da convocação, mas o brother se recusou a dizer. Ao deixar a área privada, o cirurgião foi para a cozinha preparar sanduíches. "Entrou sapo no confessionário e saiu um príncipe", comentou a gêmea.
 
Cerca de uma hora depois, foi a vez de Emilly ser convocada para uma conversa reservada, que durou apenas cinco minutos. Na saída, ela retornou à cozinha, olhou para Marcos e saiu para chorar no jardim. O médico foi até lá e perguntou se ela precisava de algo, mas ela disse que não.
 
Diante da repercussão das atitudes de Marcos, a família dele emitiu uma nota, dizendo que o estresse seria o motivo das atitudes em relação a Emilly. "O Marcos que vocês estão assistindo não é esse ser humano agressivo."