Topo

Especial BBB17

De plantão em hotel, fãs defendem Marcos e dizem que ele foi injustiçado

Giselle de Almeida/UOL
Os fãs de Marcos Harter: Luciana, Isabela, Camila e Sabrina (em pé) e Taís, Alessandra, Kennia, Mônica, Tatiane, Edna e Nicholas (sentados) Imagem: Giselle de Almeida/UOL

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

11/04/2017 20h04

Formado em sua maioria por mulheres, um grupo de fãs de Marcos Harter faz vigília em frente ao hotel em que o médico está hospedado, na zona oeste do Rio. Segundo eles, para manifestar apoio. O médico foi expulso do "BBB17" por indícios de agressão contra Emilly.

Kennia Cristina, 19, resume o pensamento do grupo: "Não concordo com a atitude dele, mas ele foi injustiçado". A jovem vai a todos os paredões e volta sozinha, de ônibus, para casa, de madrugada. "Minha mãe nem sabe que estou aqui."
 
Não adianta tentar convencer o grupo do contrário: todos estão convictos de que a edição do reality "queimou" o casal e favoreceu Vivian. 
 
"Achei um absurdo a produção deixar chegar ao ponto que chegou. Alem disso, o Alemão xingou a Iris (no "BBB7") e foi campeão", compara a comerciante Monica Krapp, de 46 anos.
 
Alessandra Amaral, 31, faz coro. "Marcos não é o vilão da história. Ele pediu psicólogo, mas não teve a assistência necessária. Durante o jogo ele foi íntegro, jogou limpo", afirma ela, que disse ter chorado a noite toda com a expulsão do brother. 
 
Vivian não sairá vencedora se depender deles, que agora se esforçam para entregar o prêmio para a gêmea. Nem que custe uma grana.
 
"Já gastei mais de R$ 400 em créditos para votar", contou a monitora de qualidade Taís Rocha, que pegou um táxi do Méier até Jacarepaguá para chegar mais perto do médico. 
 
Monica contabiliza até mais. Fã de realities, ela calcula ter investido mais de R$ 1.000 só por causa deste "BBB". "Sem falar na reserva do hotel para a noite da final, que custa uns R$ 300", diz.
 
Boa parte do grupo reunido nesta terça-feira (11), aliás, já garantiu sua vaga no hotel onde Marcos está e para onde vão os brothers após o término do programa.
 
Sacrifício é palavra que não entra no vocabulário deles, que já foram de ônibus até São Paulo só para ver um ensaio da Gaviões da Fiel com a ex-BBB Amanda Djehdian, do "BBB15". Tomaram banho num depósito, mas quem liga?
 
"Vale a pena. Nós gostamos de verdade", diz Monica.
 
Outra função do fã-clube é desmentir os boatos que surgem nas redes sociais: alguém espalhou que havia polícia na entrada do hotel e outra pessoa quis causar inveja, dizendo que havia beijado e abraçado o ex-participante.
 
Sem o sagrado "pay per view", que todos assinam para não perder nenhum minuto do que acontece na casa, eles continuam ligados nas redes sociais para não perderem o fio da meada, sem deixar de checar cada carro que estaciona no local, torcendo por alguns segundos ao lado do cirurgião. 
 
A maioria se conheceu pela internet e o fã-clube vai se ampliando no encontro ao vivo. Entre trocas de WhatsApp, alguém sugere um encontro num churrasco depois que a competição acabar. Será que algum ex-BBB vai?

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!