Especial BBB17

"Decisão pela expulsão de Marcos foi unilateral da emissora", diz delegada

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

12/04/2017 15h22

Após ouvir o depoimento do ex-BBB Marcos Harter, a delegada Viviane Pinto, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio, falou sobre o inquérito que apura o suposto crime de lesão corporal cometido pelo médico contra Emilly, que culminou com a expulsão dele do "BBB17".

"Quando a Polícia Civil tomou conhecimento de um possível delito de violência doméstica ocorrendo no interior do reality show, a diretora do departamento me ligou e nós analisamos brevemente os momentos e vimos sim que ali havia indícios do crime de lesão corporal praticados contra a participante Emilly. Por isso decidimos instaurar inquérito policial para apurar o crime de lesão corporal", disse.

"Na segunda, instauramos o inquérito e foram solicitadas câmeras e deixadas intimações para a Emilly e para o Marcos. Quero deixar claro que a decisão pela expulsão dele foi unilateral da emissora", disse a responsável pela investigação. A delegada disse ainda que a apuração está adiantada e os próximos passos serão as análises das imagens.

O cirurgião plástico prestou depoimento nesta quarta-feira (12) sobre as agressões em rede nacional durante uma discussão com Emilly, que foram ao ar na madrugada de domingo. 

Chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, a delegada Marcia Noeli disse que Emilly ainda deve ser ouvida. A gaúcha, que é finalista do reality, deve deixar o confinamento após a final, nesta quinta. "Ainda tem que ouvir a Emilly. O exame de corpo de delito vai ser colocado para nosso perito. Ainda tem muita coisa para percorrer na investigação e nas provas. Se for uma questão de violência doméstica, a pena da lei Maria da Penha é de um a três anos".
 
A delegada frisou a importância de denunciar os casos de violência, mesmo que a vítima não se reconheça como tal. "Muitas mulheres que sofrem violência muitas vezes não se veem como vítimas. Elas se sentem culpadas, acham que tudo que acontece é culpa delas. Digo sempre: 'mulher, denuncie porque a gente tem que interromper a questão da violência antes que seja tarde demais'".

Marcos chegou à delegacia numa van, acompanhado da irmã, Caroline Harter, da advogada e cercado por três seguranças. Ele não falou com a imprensa na chegada nem ao deixar a unidade, onde permaneceu por cerca de 3 horas. Na saída, recebeu o apoio de fãs e sorriu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Chico Barney
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo