Especial BBB17

Emilly descarta romance com brother: "Fantasiei um Marcos que não existiu"

Marco Antonio Teixeira/UOL
Campeã do "BBB17", Emilly Araújo Imagem: Marco Antonio Teixeira/UOL

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

Feliz com o prêmio de um milhão e meio de reais e ainda não acreditando na sua fama repentina, Emilly, vencedora do "BBB17", descartou definitivamente Marcos de sua vida. A estudante recebeu 58% dos votos do público e superou a advogada Vivian e a aposentada Ieda na disputa decisiva do reality show.

"Fantasiei um Marcos que não existiu. Eu me apaixonei de verdade por ele dentro da casa, mas ele não. Ele não veio me cumprimentar na final", afirmou a sister, na entrevista com os vencedores, logo após a final do programa, nesta quinta-feira (13).

A gaúcha, que levou para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão, disse que foi aconselhada por sua irmã gêmea. "Quando eu saí, a Mayla veio me dizer para esquecer, não fazer questão de falar com o Marcos, e o que ela fala para mim é lei. Não estou pensando nele. Só na minha família e nas coisas boas que estão acontecendo", disse.

A estudante contou que chegou a imaginar um relacionamento com o médico fora do confinamento, mas esse não vai ser seu foco imediato. "Agora só penso em dar uma vida melhor para a minha família e soltar as cinzas da minha mãe. O coração penso depois", disse ela, que vai precisar depor na delegacia em relação à suposta agressão sofrida por Marcos dentro do reality

"Não estou sabendo lidar com isso. Vou pensar depois", afirmou.

Emilly disse que percebeu não ter recebido cumprimentos dos outros participantes. "A Elis veio falar comigo e o Rômulo também. O resto não veio. Paciência. Eu amei a Roberta, queria ter amizade com ela de verdade", comentou.

A estudante se assustou com a fama de ardilosa no jogo. "Não percebi que fui ardilosa. Fui eu mesma. Pensava em mim e não nos outros", garantiu.

Sobre uma possível gravidez, Emilly negou todos os boatos. "Nunca. Quando o Marcos beijava na barriga era por ela ser lisinha e não por estar grávida." Com relação às noite de sexo e as frases picantes ouvidas debaixo dos endredons, Emilly ficou vermelha de vergonha e sem graça:  "Prefiro não falar sobre isso"

Na disputa com a gêmea, Vivian recebeu 41% dos votos dos telespectadores e se manteve na disputa até o anúncio final de Tiago Leifert. Já Ieda ficou muito atrás na votação, com apenas 1%, e terminou na terceira colocação. O trio deixou a casa de mãos dadas e foi recebido no palco por familiares e ex-participantes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
Blog do Maurício Stycer
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
Redação
Redação
Redação
Colunas - Flavio Ricco
Redação
Redação
Redação

Redação

Emilly é intimada a prestar depoimento na Delegacia da Mulher nesta segunda

Vencedora do "Big Brother Brasil 17", Emilly foi intimada a prestar depoimento nesta segunda-feira (17) às 10h na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela delegada Marta Noeli, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher.   A gaúcha irá falar sobre as agressões físicas e verbais sofridas dentro da casa do "BBB" durante uma briga com Marcos na madrugada de sábado passado. Marta Noeli acredita que Emilly não precisará fazer exame de corpo delito.   "Ela já que foi examinada pelo médico na Globo, mas a Dra. Viviane quem vai decidir", explicou.     Após ouvir o depoimento do ex-BBB Marcos Harter na quarta-feira, a delegada Viviane Pinto, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio, falou sobre o inquérito que apura o suposto crime de lesão corporal cometido pelo médico contra Emilly, que culminou com a expulsão dele do "BBB17".   "Quando a Polícia Civil tomou conhecimento de um possível delito de violência doméstica ocorrendo no interior do reality show, a diretora do departamento me ligou e nós analisamos brevemente os momentos e vimos sim que ali havia indícios do crime de lesão corporal praticados contra a participante Emilly. Por isso decidimos instaurar inquérito policial para apurar o crime de lesão corporal", disse.   "Na segunda, instauramos o inquérito e foram solicitadas câmeras e deixadas intimações para a Emilly e para o Marcos. Quero deixar claro que a decisão pela expulsão dele foi unilateral da emissora", disse a responsável pela investigação. A delegada disse ainda que a apuração está adiantada e os próximos passos serão as análises das imagens.   O cirurgião plástico prestou depoimento nesta quarta-feira (12) sobre as agressões em rede nacional durante uma discussão com Emilly, que foram ao ar na madrugada de domingo.   Durante entrevista ao "Mais Você" desta sexta, Emilly afirmou que pretende conversar com o cirurgião plástico: "Colocar tudo em pratos limpos". A ex-BBB revelou que foi instruída a não conversar com o gaúcho. "Me disse disseram que, no momento que ele saiu, ficou contra mim. Ele começou a fazer campanha contra mim: 'O Marcos está contra ti, ele está fazendo companha contra ti', me disseram", comentou.  

Redação
Redação
Redação
Redação
Chico Barney
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
UOL Entretenimento
Redação
Redação
Maurício Stycer
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo