Topo

Wagner revela que ficou mais de uma hora amarrado durante assalto

Reprodução/GloboPlay
Wagner conversa com outros brothers no quarto Imagem: Reprodução/GloboPlay

Do UOL, em São Paulo

26/01/2018 21h03

Nesta sexta-feira (26), em conversa no quarto tropical, Wagner contou para Mara, Viegas e Jaqueline que foi assaltado e amarrado em uma casa de praia, na baía Babitonga, no Litoral Norte de Santa Catarina. "Foi no dia 12 de outubro agora, Dia das Crianças, nós chegamos na casa e meia noite estávamos rendidos, todos no chão amarrados", disse.

O artista visual relatou que ficou um hora e meia com as mãos amarradas para trás e que havia crianças no local: "Era eu, três mulheres e cinco crianças. Levaram os três carros de nós todos da casa...As crianças estavam no segundo andar, então pegaram uma das mulheres e levaram lá pra cima, trouxeram as crianças e amarraram todo mundo".

O brother contou que era uma casa com portão aberto, que fazia fundo para o mar, e que foi surpreendido pelos bandidos quando seu filho brincava de pintar seu rosto. "O Benjamim tava me pintando com maquiagem, na hora que eu olhei o cara estava atrás dele". Segundo Wagner, uma hora após chamar a polícia, os carros foram encontrados, porém sem as chaves.

Apesar do trauma, ele contou que decidiu permanecer na baía para aproveitar o feriado e isso ajudou o filho a esquecer o episódio: "O Benjamim nem relatou pra mãe dele o que tinha acontecido [quando voltou para casa] porque não fomos embora".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!