Fora da casa, Wagner ataca Kaysar: "Faço questão que um brasileiro ganhe"

Reprodução/Gshow
Após ser eliminado, Wagner participa do programa "RedeBBB" Imagem: Reprodução/Gshow

Do UOL, em São Paulo

04/04/2018 01h54

Após ser eliminado na noite desta terça-feira (03), Wagner foi o entrevistado do programa online "Rede BBB", apresentado pela ex-BBB Fernanda Keulla. Fora da casa, o paranaense voltou a atacar Kaysar: "Acho que é um ótimo personagem, ele veste um personagem caricato que não me agrada. É um palhaço dentro do jogo. Eu faço questão que um brasileiro ganhe o 'Big Brother Brasil'". 

O artista visual parecia bastante tenso no início da entrevista. Ao contrário de alguns papos anteriores, a apresentadora foi bastante enfática nas perguntas e ressaltou a rivalidade recente com Kaysar. Perguntado sobre seus comentários contra um estrangeiro no programa, Wagner manteve sua opinião e foi além: "Eu nunca morei fora, mas eu sei a dificuldade que o brasileiro sofre lá. O Brasil sempre abraçou os estrangeiros e vai ser sempre assim, mas faço questão de um brasileiro vencer o programa". 

Ele voltou a falar sobre o garçom e relembrou o episódio em que questionou as condições financeiras da família do sírio: “De onde eu venho os moleques não nadam tão bem quanto ele, na periferia ninguém tem acesso a isso. Em algumas situações ele se aproveita para mostrar que é uma pessoa mais sofrida, não que não seja, mas ele se aproveita disso". 

Reprodução/Gshow
Imagem: Reprodução/Gshow

Na sequência, a apresentadora chamou Caruso, eliminado na última semana, para falar com Wagner pelo telão. Antigo aliado no jogo, o paulistano fez uma ameaça ao vivo contra o artista visual e deixou Fernanda Keulla bastante constrangida. 

O paranaense aproveitou para falar de Viegas, outro antigo aliado do reality, e disse que não o considera um traidor: "Não considero ele um traidor. Ele foi imprudente, faltou concentração, faltou entrega em alguns momentos. Cada um tinha uma obrigação e no momento ele não fez a dele. Talvez eu tenha errado com a palavra. O sentimento que eu tive foi de alguém traído, não que ele seja um traidor". 

A apresentadora perguntou sobre um possível affair com Paula e ele se justificou: “A Paula é uma paqueradora nata e eu já fui muito paquerador. Eu tava nos primeiros momentos e também lançava uns olhares. Um dia até a Gleici me cobrou e eu disse que era natural. Era do calor da festa". 

Para deixar o clima mais leve, Wagner recebeu um presente da produção, uma caixa de remédio que brincava com suas cinco imunidades no jogo. "Imunidex, eu recomendo. Queria saber se eu fui o cara mais imunizado de todos os tempos do programa", brincou o brother. 

Reprodução/Gshow
Imagem: Reprodução/Gshow

O récem eliminado deixou o tom de brincadeira de lado para falar do relacionamento com Gleici. "É sincero, muito sincero, até demais. Eu embarquei em uma missão suicida, eu precisava abraçar alguém lá dentro para seguir. Quando ela sair a gente vai se encontrar e vamos descobrir se a relação vai ser séria. Precisamos trabalhar com a realidade, ela mora no Acre e eu no Paraná. Vamos conversar, mas vejo nela um potencial de relacionamento". 

Ele também aproveitou para justificar o ritmo da relação: "Eu já fui muito mulherengo e já fui muito caçado por isso. Eu queria que nosso relacionamento acontecesse em um ritmo legal para dar certo, desde então eu procurei uma harmonia. Por isso eu peguei bem leve com ela. Eu já fui muito julgado, principalmente por idade, por isso fui bem leve".

O brother aproveitou também para criticar Jéssica: “Nosso santo não bateu. Eu vi a Jéssica fazendo comentários que eu não vou compactuar. Eu ouvi comentários que não consigo seguir, como: ‘cabelo de preto’, ‘cheiro de pobre’, ‘andar em carro sem ar condicionado'. Não dá pra ficar próximo de uma pessoa assim". Wagner também ponderou os motivos de sua eliminação: "O que me eliminou foi não votar no Viegas, não foi a falsidade. Eu não consigo ver um lado vilão, o lado mocinho é Wagner do dia a dia". 

Reprodução/Gshow
Imagem: Reprodução/Gshow

Para finalizar o programa, Fernanda Keulla chamou a irmã do artista visual para o palco. Irritada com comentários nas redes sociais, a jovem disse: "As pessoas fecharam os olhos para tantas outras pessoas que fizeram a mesma coisa, de trocar de grupo. Fizeram isso porque ele é bonitão e entrou sendo um dos favoritos. As pessoas odeiam por nada. É gratuito, é um hobby".

Abraçada com Wagner, ela comentou a participação do irmão no "BBB18": "Eu achei ótima, apesar do pessoal do Twitter e do Facebook. Existe um amor enrustido de umas pessoas que só sabem criticar. Algumas pessoas são acostumadas com fakes, com gente que fala só para alguns momentos ou que curtem pegação. Quando eles encontram algo natural, acham que é fake. As pessoas se assustam com alguém que é natural". 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ana Paula
Maurício Stycer
Redação
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
UOL Entretenimento
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Chico Barney
Redação
Redação
Redação
Redação
TV e Famosos
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Maurício Stycer
Redação
Redação
BBB 18
Redação
Diva Depressão
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Chico Barney
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo