Topo

Wagner e Caruso protagonizam climão pouco antes da grande final do "BBB18"

Isabela Pinheiro/Globo
Wagner, ex-participante do "BBB18" Imagem: Isabela Pinheiro/Globo

Ana Cora Lima

do UOL, no Rio

19/04/2018 22h03

Rolou climão durante a entrevista dos ex-participantes do "Big Brother Brasil 18" na noite desta quinta-feira (19). Wagner acusou Caruso de fazer de sua saída do reality de um "trampolim" durante uma entrevista ao "GShow", site de entretenimento da Globo.

"Minha maior decepção foi o Caruso. Ninguém com o mínimo de humanidade possível se aproveitaria do momento frágil de uma pessoa que está saindo de um reality show, depois de quase 80 dias, e cagar na cabeça dessa pessoa, fazer disso um trampolim. Não esperava isso dele porque nos primeiros dias da casa a gente se dava extremamente bem. Éramos amigos íntimos, trocávamos palavras muito profundas e de repente aconteceu isso", desabafou o crush de Gleici.

Na entrevista lembrada por Wagner, o publicitário paulistano falou por vídeo com o curitibano e o ameaçou. "Sua batata assou irmão, vou fazer churrasquinho de você. Tá todo mundo aqui em São Paulo te esperando. Dá até dó de você", disse Caruso na ocasião.

O "ex-amigo" de Wagner aproveitou a mesma ocasião para justificar sua atitude, afirmando que se tratava de uma ironia que não foi compreendida.

"Sou um cara adepto da brincadeira. Era para ser uma ironia, [para] brincar com uma situação de quando ele me chamou de agregado. Quis ironizar, não fui feliz, ele sabe quando eu erro eu volto atrás, peço desculpa. Sou impulsivo, pensei depois e não foi legal, não foi trampolim, foi uma brincadeira de mau gosto. Não quis julgar o caráter dele, levantar ou encostar a mão nele. Jamais faria isso, não é da minha índole", declarou Caruso, pouco antes de terminar a entrevista.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber