Topo

Em entrevista, Gleici comenta vídeos antigos feitos contra Rede Globo

Ana Cora Lima
Família Lima e Gleici posam para fotos após o fim do "BBB18" Imagem: Ana Cora Lima

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

20/04/2018 03h54

Campeã do "BBB18", Gleici ainda parecia atordoada com o resultado. Em entrevista na madrugada desta sexta-feira (20), entre gargalhadas e afirmação de que agora tem R$1,5 milhão na conta, a acreana abriu o coração sobre o que fazer com o prêmio.

"Quero dar um conforto maior para minha família lá mesmo no Acre. Também penso viajar. Nessa parte inclui o Wagner. A gente já tinha falado sobre isso lá dentro e agora vamos realizar", disse a estudante de psicologia.

Gleici assumiu que deu pouco atenção para o brother na saída e nem notou a intenção com a rosa amarela: "Ai meu Deus! Tadinho. Eu gosto dele. Eu fiquei com ele na casa porque eu quis. Me fazia bem e isso que importa". Ela também completou: "Não acredito que ele tenha se aproximado de mim por interesse de jogo".

A sister também falou de alguns vídeos que fez contra a Globo antes de entrar no reality show: "Eu nunca critiquei só Globo. Critiquei todas as emissoras porque queria ver histórias de meninas como eu: negras, da periferia. Queria ter representatividade. Entrar no programa era a chance da minha vida, de eu poder abrir as portas de várias oportunidades". 

A acreana entregou que não esperava ganhar: "Por mais que eu voltasse dos paredões mais forte, eu nunca achei que venceria. Aqui fora talvez, lá dentro nunca achei que ganharia". 

Sobre a possibilidade de seguir a carreira política, ela respondeu de forma seca: "Não". Mas não esqueceu de mencionar que o prêmio vai ajudar a dar mais visibilidade ao estado do Acre. "Claro que o prêmio é importante, o dinheiro vai ser maravilhoso na minha vida, mas a visibilidade para o meu Acre foi bom demais. Esse prêmio é meu e do meu Acre. Nós somos pessoas aguerridas e saber que muitas meninas, muitas pessoas de lá podem se sentir representadas agora é muito gratificante".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!