Topo

Especial BBB19

Chico Barney


Público da Globo tem a obrigação moral de eliminar Paula

Paula, participante do "BBB19" - Reprodução/GloboPlay
Paula, participante do "BBB19" Imagem: Reprodução/GloboPlay
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Especial para o UOL

18/03/2019 17h32

Paula parece ser a mais esganiçada porta-voz de uma parcela relevante da sociedade brasileira. Permaneço um tanto quanto abismado com o despudor da manifestação de muitos queridos leitores a favor dos absurdos proferidos pela Arlequina de Curicica.

Em um contexto mais amplo, até entendo que a audiência sempre se divertiu muito às custas das vilãs de novela. Os pensamentos inconfessáveis de alguns ganhava as ruas de maneira catártica graças aos diálogos travados por cretinas da estirpe de Odete Roitman.

Observações bizarras proferidas pela personagem vivida por Beatriz Segall em "Vale-Tudo" marcaram época e até hoje são lembradas por fãs. É um acinte, mas está dentro do universo razoavelmente seguro da teledramaturgia.

Odete era reconhecidamente uma vilã e foi punida por isso. Seu assassinato virou um mistério em que praticamente todos os outros personagens da novela eram suspeitos, tamanho era o desconforto provocado por sua presença.

Se antes existiam os vilões que o público amava odiar, Paula parece fazer parte de uma nova era, a dos vilões que o público ama amar. Fico me questionando: será que as pessoas estão torcendo para Thanos se dar bem na continuação de "Vingadores: Guerra Infinita"?

Fato é que a audiência da Globo tem a obrigação moral de eliminar Paula no paredão de amanhã. Qualquer resultado diferente disso dará motivos para profetas do apocalipse erguerem mais uma vez a plaquinha garantindo que o fim está próximo.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.