Topo

Especial BBB19

Mauricio Stycer


Uma das maiores diversões no "BBB" é ouvir as falsas justificativas de voto

Reprodução/GloboPlay
O melhor voto da noite foi de Rizia: "Meu voto é na Paulinha, mas ela é maravilhosa" Imagem: Reprodução/GloboPlay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

27/01/2019 05h01

Depois de mais de nove meses de abstinência, o brasileiro voltou a assistir neste domingo (28) a uma formação de paredão no "BBB". É um dos momentos mais divertidos do reality show - menos para os participantes, é claro.

O que eu mais gosto são as justificativas de voto. Adoro o malabarismo verbal que alguns fazem para tentar enganar o espectador e não passar a impressão que estão desejando ver a desgraça do colega. 

Na primeira semana, houve aquele paredão com 14 participantes, mas não teve votação entre eles para a escolha das vítimas. Foi um paredão totalmente sem graça.

Nesta primeira formação de paredão do "BBB19" feita pelo voto dos participantes, a  justificativa que eu mais gostei foi a da Rizia: "Meu voto é na Paulinha, mas ela é maravilhosa". Sensacional. Muito amor mesmo - a jornalista adora a colega, mas quer que ela seja eliminada.

Outra justificativa de voto que chamou a atenção, mas esta pela sinceridade, foi de Rodrigo ao dar o anjo para Gabriela: "A gente sente que ela e importante pra casa, pro jogo, pro Brasil".

Hana também foi bem ao justificar a indicação de Gustavo para o paredão. Ela argumentou que por uma questão de sororidade seria uma contradição indicar Tereza, em quem chegou a cogitar votar.

Como de praxe no "BBB", mais da metade dos votos na segunda semana de jogo foram por falta de "afinidade". É a desculpa mais manjada. Bem que Boninho poderia proibir dizer isso no confessionário - os participantes seriam obrigados a ter mais criatividade, como Rizia teve.