Topo

Especial BBB19

Mauricio Stycer


Paula explica o BBB melhor que Leifert: "Acabaram os assuntos, acabou tudo"

Paula no confessionário do "BBB19" - Reprodução/GloboPlay
Paula no confessionário do "BBB19" Imagem: Reprodução/GloboPlay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

31/03/2019 05h01

"Precisamos falar de Carol e Alan", disse Tiago Leifert ao abrir o programa deste sábado (30), sugerindo haver muito assunto a mostrar. Na verdade, Mr. Edição selecionou cenas de um "vai não vai" que já se arrasta há alguns dias e não comove ninguém.

Muito mais objetiva que o apresentador, e sem a preocupação de enrolar ninguém, Paula resumiu com muito mais clareza a situação: "Acabaram os assuntos, acabou tudo. Estamos precisando de uma novidade. Alguma coisa pra dar uma mexida", disse na tarde de sábado.

Como este suposto romance entre Carol e Alan não engana ninguém, Paula pediu à produção para enviar um cachorro ao confinamento, permitindo que todos se divirtam.

Esperta, Paula se deu conta de qual foi o maior problema do "BBB19": "Quem diria que seria o BBB sem barraco. Isso não existe. Nunca teve, colocar 17 pessoas que não se conhecem por três meses e não ter barraco nenhum", observou a mineira na noite de sábado.

A mineira tem-se mostrado muito perspicaz dentro do programa. Dois dias antes, percebeu que Mr. Edição tem feito o possível para evitar que Hariany, Carol e ela formem juntas um paredão. "Como que o pessoal é lindo com a nossa vida", disse para as amigas. "Eles estão sabendo que ia nós três (sic) para o paredão, se a gente perdesse", explicou, após Leifert avisar que o indicado pelo líder da semana terá o direito de também indicar alguém ao paredão.

Jogadora, Paula reconheceu ter feito inúmeras provocações aos supostos rivais durante o confinamento. Em mais de uma situação ao vivo, foi bem direta e expôs a falta de disposição para o embate de seus concorrentes. É verdade que reproduziu inúmeros preconceitos ao longo da jornada, mas não se escondeu.

Conseguiu superar Leifert como a principal jogadora da edição.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mauricio Stycer