Topo

Especial BBB19

Mauricio Stycer


Saindo hoje, Rodrigo poderá esclarecer um mistério: o que foi fazer no BBB?

Rodrigo ouve a votação do segundo paredão do "BBB19" - Reprodução/TvGlobo
Rodrigo ouve a votação do segundo paredão do "BBB19" Imagem: Reprodução/TvGlobo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

02/04/2019 05h01

O episódio desta segunda-feira (1), véspera de mais uma eliminação no "BBB19", foi dos mais interessantes. Ficou bastante claro que Rodrigo não consegue dizer para os seus colegas de confinamento, nem para o público, o que está fazendo no reality show.

A enquete do UOL aponta que ele sairá com mais de 70% dos votos na disputa com Carolina e Hariany.

Rodrigo é, desde o início da edição, um grande enigma. Aparenta ser um personagem central, por sua formação e bagagem, mas nada acontece a seu redor. Não brigou com ninguém, não disse nada polêmico, não provocou nenhuma situação constrangedora, não cometeu nenhum erro mais grave...

E olha que ele teve vários motivos para brigar ou, ao menos, questionar os seus adversários. Mas não quis e jamais perdeu a compostura. Teve, enfim, um comportamento exemplar, elogiável se estivesse em um seminário na universidade, mas indesejado em um reality show.

Não por acaso, foi chamado, por Mr. Edição, de "mestre do sono e da harmonia", "planta" e "chato", entre outras qualificações pouco elogiosas.

Rodrigo tem 40 anos, é carioca e foi apresentado como cientista social especializado em direitos humanos, dramaturgo, ator, articulador cultural, sócio de um food truck, professor e psicopedagogo.

Suspeito que tenha sido selecionado para expor história e consciência política sobre diversidade racial. Mas, aparentemente, ele não quis fazer isso dentro do confinamento.

Há dez dias, provocado por Paula, Rodrigo deu uma pista sobre o seu comportamento ao dizer: "Eu sei que tenho responsabilidades. Eu falo e faço tudo que eu quero, mas é óbvio, talvez pela idade, talvez pelo que eu tenho realizado lá fora, eu tenho cautela".

Ora, por que, então, aceitou o convite para participar do "BBB"? O que esperava ganhar no reality? Nunca imaginou que esta sua "cautela" não combina com um programa deste tipo? Achou que o programa poderia beneficiá-lo de alguma forma? Tem planos de entrar para a política?

Enfim, saindo mesmo nesta terça-feira, ele poderá esclarecer estas dúvidas, que não são apenas minhas.