Topo

Especial BBB19

Mauricio Stycer


"Meu silêncio foi critério de convivência com um participante", diz Rodrigo

Rodrigo ouve Tiago Leifert anunciar o resultado do paredão - Reprodução/TvGlobo
Rodrigo ouve Tiago Leifert anunciar o resultado do paredão Imagem: Reprodução/TvGlobo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

06/04/2019 12h23

Personagem aparentemente importante do "BBB19", por sua formação e bagagem cultural, Rodrigo decepcionou por manter uma atitude de excessiva cautela ao longo dos 78 dias em que permaneceu confinado no reality show.

Não brigou com ninguém, não disse nada polêmico, não provocou nenhuma situação constrangedora, não cometeu nenhum erro mais grave. Escrevi na terça-feira (2), horas antes do anúncio do resultado do paredão: Saindo hoje, Rodrigo poderá esclarecer um mistério: o que foi fazer no BBB?

Neste sábado (6), quatro dias depois, Rodrigo falou, finalmente, sobre a sua tão criticada postura no "BBB19". Em uma entrevista a Ariane Ducati, no site do programa na Globo, negou que tenha se omitido: "Eu, ao contrário de algumas críticas, estava lá muito pleno, vivi cada segundo do meu jeito", disse.

Numa alusão à ironia de Mr. Edição, que o chamou de "mestre do sono", ele disse: "Talvez o meu jeito seja dormindo, seja roncando, mas eu aproveitei do meu jeito. Não ofendi ninguém, não machuquei ninguém. Se eu tivesse jogado de outra maneira, não seria o Rodrigo", continuou.

Sobre a postura silenciosa, explicou: "O meu silêncio não é conivência. Não significa fugir, pelo contrário, a minha vida é de discussões bastante políticas. O silencio era meu critério de convivência com algum participante".

Teria sido interessante desenvolver mais este raciocínio, mas fica a sugestão de que a única forma que Rodrigo encontrou de conviver com alguns participantes foi ficando calado.

E acrescentou: "A gente é muito mal-acostumado com o silêncio. O silêncio possibilita a escuta. E ninguém escuta mais ninguém. Então, quando tem alguém que para e te ouve, causa estranhamento. A gente está acostumado a ser silenciado".

UOL Vê TV: Tudo que deu muito errado e o pouco que deu certo no "BBB19"

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mauricio Stycer