Topo

Especial BBB19

Mauricio Stycer


Em sua pior temporada, Leifert erra muito, perde a linha e fala demais

Tiago Leifert fala com o público antes de anunciar eliminação  - Reprodução/TvGlobo
Tiago Leifert fala com o público antes de anunciar eliminação Imagem: Reprodução/TvGlobo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

É jornalista desde 1986. Repórter e crítico do UOL, autor de um blog que trata da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Colunista do UOL

12/04/2019 05h01

Considerada de forma quase unânime como a pior edição de todos os tempos, a 19ª temporada do "BBB" não foi, também, uma boa experiência para o apresentador. Em sua terceira jornada à frente do reality, Tiago Leifert errou muito, perdeu a linha com alguns participantes e cansou o público com o excesso de explicações.

Leifert conseguiu a façanha de antecipar ao vivo três resultados de provas ou votações. Na primeira, em fevereiro, anunciou que Carolina venceu uma prova do líder quando ainda faltava uma etapa e Hana poderia ganhar. Em março, ele comunicou ao público quem foi imunizado (Gabriela) quando, supostamente, a votação ainda estava aberta.

E agora em abril, nesta quinta (11), ele sinalizou antes da hora que Paula superou Carol no último paredão do reality. "Bora aguentar mais essas 24 horas, Paula. Tá bom?", ele pediu antes de anunciar o resultado. "Tá", ela respondeu.

A empolgação que Leifert demonstrou nas duas primeiras edições que comandou logo se perdeu no modorrento "BBB19". Ainda em fevereiro, quando viu que não havia jeito de comprometer os participantes com o jogo, o apresentador se rendeu e elogiou: "O jeito que vocês estão jogando é lindo. A gente se apaixonou por vocês." Um mês depois desta declaração de amor, insinuou que os "brothers" eram, na verdade, idiotas.

Não foi a única vez em que perdeu a linha. Leifert escolheu Rízia como alvo de sua irritação com a falta de engajamento de muitos outros participantes. Em mais de uma situação, cobrou justificativas da jornalista de forma deselegante - uma atitude que não teve com mais ninguém.

Em vários momentos, o apresentador se atrapalhou ao mostrar preferência ou simpatia por alguns. Foi até meio ridículo quando lamentou o dia difícil de Carol por causa da fantasia do monstro. Foi cômico quando idealizou uma situação para Alan que ele não viveu no jogo. E chamou a atenção ao criticar apenas os integrantes do chamado grupo Gaiola e nada falar sobre suas rivais.

Leifert, enfim, exagerou nas interferências e explicações, procurando orientar o olhar do espectador como se ele fosse incapaz de compreender o reality sozinho. Para infelicidade do apresentador, a edição não ajudou e estes problemas acabaram se sobressaindo. Que tenha mais sorte no "BBB20".

UOL Vê TV: Tudo que deu muito errado e o pouco que deu certo no "BBB19"

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL