Topo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Pastores viram arma na guerra de audiência na TV

Mauricio Stycer

16/04/2013 01h22

Com pregação semelhante em relação aos direitos dos gays, uma matéria que está na pauta do dia em meio mundo, os pastores Marco Feliciano e Silas Malafaia se tornaram personagens frequentes em programas de auditório, humorísticos e talk shows.

Há várias razões para isso, algumas mais fáceis de enxergar. Do ponto de vista do "show", é muito valorizada a  habilidade que ambos possuem de expressar suas posições extremadas com a mesma verve que exibem no púlpito, o que confere a suas participações na mídia sempre um caráter de "polêmica".

Pela primeira vez, que eu saiba, foi possível ver o efeito que produzem de forma simultânea no horário nobre. Por 30 minutos, aproximadamente, o espectador que brincou com o controle remoto na noite desta segunda-feira (15) deu de cara com os dois pontificando contra o casamento gay. Enquanto Feliciano dava entrevista ao Ratinho, no SBT, Malafaia respondia a perguntas de Luciana Gimenez, na RedeTV!.

Mesmo um espectador com maior fervor religioso deve ter achado estranho, para não dizer assustador. Desesperadas por audiência a qualquer custo, as emissoras têm mostrado pouca imaginação nos dias de hoje. A coincidência de ver os dois pastores ao mesmo tempo reforçando pontos de vista conservadores diz muito deste momento que vive a televisão comercial brasileira.

Em tempo: Sobre o conteúdo da entrevista de Feliciano a Ratinho, leia aqui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer