PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Fox atiça assinante contra Sky e diz receber “uma xícara de café” por canais

Mauricio Stycer

05/02/2017 19h20

walkingdead3
Em mais um capítulo da difícil negociação com a operadora Sky, a Fox interrompeu o sinal de todos os seus canais às 18h deste domingo (5). As negociações, no entanto, ainda prosseguem.

Com 5,2 milhões de assinantes, a Sky é a segunda maior operadora de TV por assinatura no Brasil, atrás apenas da Net. A Fox tem quase uma dezena de canais e, entre os seus maiores trunfos nas negociações estão os direitos da Taça Libertadores e séries como "Walking Dead" (imagem), a de maior audiência no universo da TV paga, "Simpsons" e "Homeland".

O impasse da Fox com a Sky ocorre, neste momento, em quase toda a América Latina, incluindo países como México, Argentina, Colômbia, Peru, Equador e Venezuela, onde a operadora atua sob a denominação Directv.

No lugar dos canais Fox, a Sky colocou no ar neste domingo uma série de canais do grupo Discovery em HD.

No Brasil, o impasse se dá por conta do valor da remuneração que a Fox deseja receber e a inclusão do seu pacote Premium nos pacotes da operadora. Até o momento, o único prejudicado nesta negociação é justamente o assinante.

Em mensagem postada no Facebook na noite deste domingo, a Fox convoca o assinante a pressionar a Sky e diz que o valor que recebe por assinante da operadora equivale a "uma xícara de café":

"Lamentamos muito que nossos canais tenham saído do ar. Pedimos desculpas porque apesar dos nossos esforços nos últimos meses, não conseguimos chegar a um acordo com a Sky. Mas seguiremos trabalhando para que você possa ter seus canais favoritos de volta o mais rápido possível. Não deixe que enganem você, o que a Sky paga ao mês por todos os canais FOX equivale a menos do que custa uma xícara de café. Assista ao vídeo e diga em alto e bom tom: #QueroFox!"

A Sky responde

Em um de seus canais de relacionamento com o cliente, o perfil Sky responde no Twitter, a empresa tem repetido que a decisão de desligar os canais foi da Fox e que está disposta a continuar negociando. A Sky diz, ainda, que a Fox está exigindo um aumento de 60%. Uma mensagem padrão da operadora diz:

"Em respeito aos nossos clientes não aceitamos a proposta de aumento de 60% de aumento no preço exigido pela FOX. Permanecemos em negociação. A decisão de não esperar o fim da negociação e cortar o sinal foi da FOX".

Veja também
Fox enfrenta dificuldades para renovar com TV paga em toda a América Latina
Fox diz que ainda busca acordo com a Sky e adia saída dos canais
Com impasse nas negociações, Fox anuncia saída de seus canais da Sky

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.