PUBLICIDADE
Topo

“Tá no Ar” avisa Trump que Temer “sequer foi eleito para presidente”

Mauricio Stycer

12/02/2017 00h17

tanoartemer
Em um quadro que vai ar na próxima terça-feira (14), mas foi divulgado neste sábado (11), o "Tá no Ar" simula "uma mensagem do governo do Brasil" ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

É um "vídeo de introdução", no qual são apresentadas as semelhanças entre os dois países com o objetivo de convencer Trump a adotar o Brasil como o seu principal aliado.

"Somos naturalmente bronzeados, como você", diz a mensagem. "Você tem um animal voador como símbolo do seu país (águia). Nós também. Se chama Aedes Aegypti".

Enveredando pela política, o "Tá no Ar" ri do fato de Trump ter tido menos votos do que Hillary Clinton na votação popular. "Nós também temos um presidente que não foi eleito pela maioria da população. Aliás, ele sequer foi eleito para presidente", diz sobre Michel Temer.

E segue: "Você vai amar nossos políticos", diz a mensagem. "O prefeito de São Paulo também foi apresentador do 'Aprendiz'. E é um apaixonado por muros, como você. Você os constrói. Mas ele os pinta. Ele é o melhor e mais cinza."

Outra semelhança importante: "Vocês tem John Mayer. Nós temos José Mayer", brinca o vídeo, falando do cantor americano e do ator brasileiro, cujos nomes são idênticos.

tanoarbrasilsegundo2A provocação prossegue: "A gente ainda não falou dos nossos maiores orgulhos, como Carnaval, samba, feijoada e capoeira. Mas são todos de origem africana e achamos que talvez você não curta. A gente entende".

E encerra com o pedido: "Entendemos que vai ser a América em primeiro lugar. Mas podemos só dizer Brasil em segundo?"

O vídeo pode ser visto aqui.

Piada mundial

O esquete do "Tá no Ar" dialoga com uma série de programas de humor que fizeram piadas semelhantes com Trump. Na origem, está um esquete elaborado pelo programa "Zondag Met Lubach", do canal holandês VPRO, pedindo para o presidente americano considerar a Holanda em segundo lugar.

Depois deste vídeo, que viralizou, humoristas de outros países realizaram brincadeiras semelhantes em Portugal, Suíça, Bélgica, Alemanha, Dinamarca, Lituânia e Marrocos. Uma página na internet, Who Wants To Be Second?, reúne várias destas piadas. Veja aqui.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer