Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

A Lei do Amor bate recorde, mas vai terminar com segundo pior Ibope das 21h

Mauricio Stycer

2031-03-20T17:13:00

31/03/2017 13h00


Num dia de bons índices de audiência para a Globo e péssimos para as concorrentes Record e SBT, "A Lei do Amor" registrou o seu melhor resultado em São Paulo, marcando 35,8 pontos.

O penúltimo capítulo da novela das 21h da Globo superou, inclusive, a audiência do capítulo final de "Velho Chico", a novela anterior do horário, que marcou 34 pontos.

Em um dos momentos mais surpreendentes do penúltimo capítulo, Hércules (Danilo Granghéia) foi preso, acusado de encomendar a morte de Salete (Claudia Raia), no momento em que realizava uma fantasia sexual usando uma peruca igual à da mãe, Magnólia (Vera Holtz).

Mas na média geral, a trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari terminará com média de 27 pontos – a segunda pior da história. "A Lei do Amor" só ficará à frente de "Babilônia" (2015), de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, que segue como a novela que registrou a mais baixa audiência da faixa.

Média final de audiência em São Paulo

A Lei do Amor: 27,16 (sem o último capítulo)
Velho Chico: 28,97 pontos
A Regra do Jogo: 28,48
Babilônia: 25,45
Império: 32,71
Em Família: 29,63
Amor à Vida: 35,51
Salve Jorge: 33,96
Avenida Brasil: 38,9
Fina Estampa: 39,2

Veja também
Desafio de "A Lei do Amor" é acabar com Ibope melhor que "A Regra do Jogo"

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.