Topo

15 frases de Silvio Santos que resumem o Troféu Imprensa 2017

Mauricio Stycer

10/04/2017 05h01


Encerrada no domingo (09) mais uma edição do Troféu Imprensa, é capaz de ninguém se lembrar na segunda-feira de quem ganhou os prêmios, mas as frases e piadas ditas por Silvio Santos vão ser comentadas ao longo de toda a semana.

Sempre muito à vontade, o dono da festa e da emissora riu de todos os seus convidados – com exceção de Eliana, por quem esbanjou admiração, e da filha Patrícia, que se sentiu confortável para fazer várias piadas com o pai. Tatá Werneck também riu de Silvio, mas ele teve dificuldades em acompanhar o ritmo acelerado da atriz.

Abaixo, uma seleção de 15 momentos engraçados do Troféu Imprensa 2017:

. "Vi o programa dele. O marido da Luciana (Gimenez). Como é mesmo o nome dele? Mais dois ou três anos, ele vai ficar bom". (Sobre "O Céu É o Limite", de Marcelo de Carvalho)

. "Ele é conhecido? O que ele faz? Blogueiro? Nem sei o que é blogueiro! Como é você ganha dinheiro? Quando vi a primeira vez blogueiro pensei que fosse 'bloqueiro', de bloco de Carnaval." (Sobre Hugo Gloss)

. "Tô com a ideia de mudar os âncoras do 'SBT Brasil'. Tô com vontade de colocar como âncora o Fernando Collor e a ex-presidente Dilma. Não vai ser um sucesso? O Collor é bonito e fala bem. A Dilma não é tão bonita, mas depois que emagreceu… E fala bem também. É o meu próximo objetivo."


. "Danilo (Gentili), você não deve falar em politica por que me complica. E não é você, sou eu que recebo as reclamações. A dor de cabeça quem tem não é você, sou eu. Fala de politica puxando o saco deles. Você ia ser o único a elogiar os grandes do Brasil".


Carlos Alberto de Nóbrega: Tô com 81 anos muito bem vividos.
Silvio: Em matéria de mulher, você trocou bastante!

"Não sou mais endiabrado. Sou enviagrado"

"Sergio Guizé… Nunca tinha ouvido falar. Mas também não assisto novela".

Silvio: Tá emagrecendo muito.
Silvia Abravanel: Depois de levar uma bronca sua por whatsapp…
Silvio: Seu marido deve estar gostando.


. "Olha que fotografia vai dar na revista 'Caras'. Seis troféus".

. "Você sabe que tem amante, ou namorado, ou marido, que resolve fazer o ano sabático? Passa o ano todo sem trabalhar" (para Jô Soares)

. "Se a Globo me pagar o que eu ganho aqui, vou pra lá. E o Faustão vem pra cá".

Rachel Sheherazade: Mas quando você me chamou foi para dar a minha opinião.
Silvio: Não, eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz. Foi para ler as notícias no teleprompter, não dar a sua opinião. Você foi contratada para ler notícias, não foi contratada para dar a sua opinião. Se você quiser fazer política, compra uma estação de televisão e vai fazer por sua conta


. "Tô te fazendo essas perguntas por que, realmente, não vejo televisão. Televisão é diversão pra quem vê. Pra quem trabalha, é um trabalho como outro qualquer. Eu vejo filme. Você tem internet na sua casa?" (para Tatá Werneck)

Hugo Gloss: O seu (cabelo) é peruca?
Silvio: O meu, não. Por enquanto, não é. É implante. Não é. Não interessa. É segredo. Não interessa. Ninguém sabe. Não conto pra ninguém.

Patrícia: Liga pra Net e chega num acordo logo. Não consigo ver SBT e Record. Só tem Globo na minha casa. Eu mal via a Globo. Não tô acostumada.

Patrícia: Tá barrigudo. Foram muitas férias que ele teve esse ano. Cresceu a barriga. Daqui a pouco vai ficar com problemas nas costas. Tchau, pai.
Silvio: Tchau!

Veja também
No Troféu Imprensa, Silvio recebe Jô Soares; veja lista de vencedores

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer