Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Sinceridade de Maísa é a melhor defesa para as trollagens de Silvio Santos

Mauricio Stycer

20/06/2017 12h45

Quem já passou por situações constrangedoras diante de Silvio Santos, ou ainda planeja um dia estar ao seu lado no estúdio do SBT, precisa assistir com atenção ao vídeo (veja trechos acima) que mostra a conversa do dono do SBT com o jovem Dudu Camargo e a menina Maisa Silva, exibido no último domingo (18).

Silvio é um trollador profissional. Desenvolveu um método muito pessoal de entreter o público fazendo perguntas constrangedoras a seus convidados. Fingindo estar desinformado ou alheio à realidade, o apresentador sempre coloca as atrações – famosas ou anônimas – em situação difícil, divertindo quem assiste ao programa.

Descoberta por Raul Gil quando ainda tinha 3 anos, Maisa se tornou uma presença fixa no "Programa Silvio Santos" graças à sua desenvoltura, raciocínio rápido e ausência de freios. Diante das perguntas sem pé nem cabeça do Patrão, sempre deu as melhores e mais surpreendentes respostas.

Hoje uma adolescente, de 15 anos, seguindo carreira como atriz, Maisa mostra que não apenas conserva o espírito rebelde da infância, como ainda o aperfeiçoou. A sua participação no "Jogo das Três Pistas" foi antológica.

Não satisfeita em rejeitar a brincadeira de Silvio Santos, que sugeriu uma aproximação dela com Dudu Camargo, Maisa resolveu dizer umas "verdades" ao jovem apresentador do "Primeiro Impacto". Foi um show. Aprendiz de feiticeiro, Dudu pareceu uma criança indefesa diante de Maisa. E Silvio, apesar das muitas tentativas, não conseguiu tirar a jovem atriz do sério.

A grande lição que fica é esta: contra as trollagens de Silvio Santos, a melhor arma é enfrentá-lo com sinceridade.

Veja também
Lívia Andrade e Klara Castanho defendem Maisa após fora em Dudu Camargo
Em novo desabafo, Maisa critica sociedade machista e diz: "Não é não!"

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.