Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Após reclamar do som e das regras do Popstar, Baby leva bronca e silencia

Mauricio Stycer

2030-07-20T17:14:20

30/07/2017 14h20


Em seu quarto episódio, o segundo ao vivo, quem mais chamou a atenção em "Popstar" neste domingo (30) não foi nenhum candidato, mas uma jurada, ou "especialista", como são chamados pelo programa da Globo. Baby do Brasil foi a estrela da tarde, com intervenções não programadas, dicas para a direção e uma leve bronca da apresentadora Fernanda Lima.

Tudo começou na avaliação do número de Sabrina Parlatore. Sem que tivesse sido chamada a opinar, Baby pediu a palavra para reclamar do som. "Aumenta o microfone dela", pediu duas vezes.

Como já havia ocorrido na semana anterior, um jurado se esqueceu de apertar o botão em sinal de aprovação. Foi a deixa para outra reclamação de Baby. Segundo a cantora, os jurados deveriam ter o direito a uma segunda chance em caso de esquecimento, o que não ocorre.

Foi a deixa para Fernanda Lima dar um "toque": "Baby, semana que vem vai dirigir o programa".

Outra "especialista" do episódio, Fafá de Belém também divertiu o público com intervenções animadas e não previstas pelo roteiro.

Em consequência, talvez, da espontaneidade de Baby e Fafá, em diferentes momentos do primeiro bloco, jurados acabaram falando ao mesmo tempo, dificultando um pouco a compreensão do público.

A graça de um programa ao vivo é justamente essa. Mas, infelizmente, na volta do intervalo, Baby mudou de postura e silenciou. Só voltou a falar no último bloco, mas sem interromper ninguém. Após ser convocada por Fernanda Lima, a cantora teve a chance de divertir o público chamando Thiago Fragoso de "gostoso" e elogiando Mariana Rios.

Aliás, de forma calculada, a Globo deixou para o último instante a apresentação de Mariana e o julgamento de Di Ferrero, seu ex-namorado, que a elogiou. "Obrigada, meu bem", respondeu a cantora.

Veja também
Em clima de festa entre amigos, "Popstar" esbanja bajulação na estreia
Fernanda Lima pede mais crítica e menos elogios dos jurados do "Popstar"
"Obrigada, meu bem", diz Mariana Rios ao ser avaliada por Di Ferrero

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.